Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

PELO MUNDO

Roma: caótica e magnífica

Foto: Arquivo Pessoal

Fontana di Trevi é uma parada obrigatória para garantir o retorno à cidade eterna

Roma é hoje uma animada cidade inserida no pano de fundo de uma duradoura história de glória. Glória que, em vez de diminuir, foi aos poucos sendo transformada. Uma das coisas que mais me diverte na capital é observar as animadas conversas e debates entre seus habitantes, ou, melhor ainda, participar de algumas delas. As discussões, aliás, parecem ter se iniciado já na fundação do lugar.

Reza a lenda que Rômulo e seu irmão Remo, após serem salvos da morte por uma mítica loba, teriam entrado em conflito sobre o nome do povoado que haviam apenas criado. O fratricida Rômulo acabou eternizando seu nome na metrópole. Capital dos italianos desde 1871, quando tomou o título de Florença, Roma tem centenas de pontos de interesse, que demandariam um vasto livro para ser descritos. Deixo aqui mais algumas sugestões e referências.

A cidade tem mais de 900 igrejas e quase 2 mil fontes, que há séculos vertem água pura, límpida e sem custo aos seus cidadãos. A mais famosa é a Fontana di Trevi, onde hordas de turistas jogam seus trocados, respeitando a crença de que, assim, retornarão em breve a Roma. Funcionários municipais recolhem as moedas três vezes por semana, resultando em doações anuais de mais de um milhão de dólares destinadas à Caritas, organização global de caridade ligada ao catolicismo.

LEIA MAIS: Roma Parte 1: ídolos brasileiros na cidade eterna

A superfície original de Roma está vários metros abaixo do nível atual. Mais de 90% da cidade antiga ainda não foi escavada, mas aquilo que emergiu ou restou nas encostas de suas lendárias 7 colinas já vale inúmeras visitas. A jornada até a capital é simples; afinal, como diz o ditado derivado dos quase 100 mil quilômetros de estradas construídas pelo império romano, todos os caminhos levam a Roma.

Curiosidades romanas incluem o fato de que, além dos gatos domesticados nas residências de seus quase 3 milhões de habitantes, Roma tem mais de 300 mil felinos livres, amparados por lei e presentes por toda a cidade, protegidos em suas colônias natais. No campo dos afetos, não me surpreendo mais com os beijos nas faces que por vezes recebo de amigos italianos. Entre os antigos romanos, porém, o beijo nos lábios era uma forma tradicional de saudação, hábito que acabou gradualmente desencorajado pela igreja católica, ficando reservado aos pares românticos.

Além das atrações já citadas, uma ou várias visitas à cidade devem incluir, obrigatoriamente, outros pontos de interesse cultural, histórico e artístico, como a Praça de Espanha, a Igreja Trinitá dei Monti, o Castelo Sant’Angelo (antigo Mausoléu de Adriano), a Praça Navona, a Villa Borghese, o Palácio Quirinale (residência de papas no passado e hoje sede do poder executivo italiano), o Palácio Farnese, as catacumbas, além de dezenas de museus e, é claro, o esplendor de um pequeno país independente encravado no coração de Roma: Cidade do Vaticano, sobre o qual escrevi em artigo anterior.

LEIA MAIS: Vaticano: o menor país do mundo

As letras S.P.Q.R. (iniciais de Senatus Populus Que Romanus, ou “O Senado e o Povo Romano”) estão por toda parte, nos monumentos antigos e atuais, em prédios oficiais do município, placas comemorativas e até em tampas de bueiros, lixeiras, etc. A sigla, usada desde a época da República Romana (509 a.C. a 27 a.C.), é encontrada em documentos de mais de dois milênios, como os discursos de Cícero e Tito Lívio, e carrega consigo orgulho e tradição de um passado de glória. Mostra também o antigo princípio que determina que a soberania de um território só é válida se incluir o povo.

Os italianos de fora da capital inventaram um significado menos honroso para S.P.Q.R.: Sono Pazzi Questi Romani, ou seja, são loucos esses romanos… Às vezes, parecem ser mesmo, e o aparente desvario é apenas mais um tempero fundamental no fascínio da cidade eterna. Por tudo isso, a cada vez que deixo a capital italiana, nunca digo Addio! (Adeus), e sim Arrivederci! (Até mais ver).

Foro Imperial é uma amostra da pujança e da cultura dos antigos romanos

LEIA MAIS: Roma: Caput Mundi, poder e glória na capital do mundo

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e muito fácil de usar. Se você já tem o aplicativo, basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Se ainda não usa o Telegram, saiba mais sobre o app aqui e veja como baixar.

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.