Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

EXPECTATIVA

Santa Cruz quer ser uma das primeiras cidades do interior a contar com o 5G

No que depender da vontade da administração municipal, Santa Cruz deve ser uma das primeiras cidades do interior do Estado a contar com cobertura de sinal 5G para internet móvel. Quem garante isso é o vice-prefeito, que também responde pela Secretaria Municipal de Planejamento e Orçamento, Elstor Desbessell.

“Vamos ficar muito atentos a essa questão e não temos dúvida de que Santa Cruz será uma das cidades, que, após a capital, será atingida pela implantação deste sistema”, afirmou em entrevista ao jornalista Ronaldo Falkenback, na Rádio Gazeta FM 107,9, nesta quarta-feira, 24.

LEIA MAIS: Saiba o que vai mudar após a chegada da internet 5G

A tecnologia 5G exige um número maior de antenas do que suas antecessoras na cobertura de internet móvel, porque os equipamentos têm alcance menor. No entanto, as antenas também têm tamanho menor, podendo ser instaladas sem intervenções no ambiente urbano – por exemplo, no topo de edifícios ou até sobre postes.

No entanto, muitos municípios têm legislações bastante restritivas a respeito da instalação de antenas, o que pode dificultar a chegada do 5G. Não é o caso de Santa Cruz, segundo Desbessell. “O município já tem a lei aprovada para receber essa tecnologia desde 2015. No momento em que saiu a gente se preocupou logo em saber o que precisaríamos fazer para nos adequarmos e estamos com tudo certo. É questão de aguardar e torcer para que possamos ser habilitados o quanto antes”, disse.

LEIA MAIS: Claro arremata lote de faixa de 3,5 GHz por R$ 338 milhões em leilão de 5G

Licenciamento leva até 120 dias

De acordo com o vice-prefeito, pela legislação federal, aplicada em Santa Cruz, o processo para instalação de uma antena de internet móvel tem três fases, em que precisam ser emitidas três licenças: de instalação, de operação e de implantação. Para cada uma destas etapas, há um prazo máximo de análise de 45 dias. Portanto, o processo todo levaria, no máximo, 120 dias.

Elstor Desbessell disse que a Prefeitura está atenta aos movimentos pela implantação do 5G e quer que a tecnologia chegue logo e também tenha grande abrangência no município. Para ele, a pandemia ressaltou a importância da cobertura de internet também no interior, especialmente na área da Educação, com a necessidade de aulas não presenciais.

“Temos interesse de quanto antes também termos essa tecnologia, apesar de sabermos que vai funcionar primeiramente nas capitais. Mas queremos trazer essa tecnologia o quanto antes e também tentar abranger o mais possível, porque foi comprometimento durante a campanha de também levar essa estrutura para o nosso interior”, explicou.

LEIA MAIS: Brasil inaugura primeira antena rural para a internet 5G

Município tem 41 antenas

O vice-prefeito e secretário do Planejamento disse que, diante da iminente chegada do 5G, a Prefeitura trabalha em um levantamento sobre as antenas de telecomunicações existentes em Santa Cruz do Sul. Segundo Desbessell, uma pesquisa inicial apontou que são 41 estruturas do tipo.

 “Mas a gente não tem a informação exata e isso estamos ainda buscando também, se todas estão devidamente regularizadas. Isso a Secretaria do Meio Ambiente está levantando agora. Se estão em funcionamento, se realmente estão em operação e se existe a documentação toda em dia”, esclareceu.

LEIA MAIS: Chegada da internet 5G exigirá troca de antenas parabólicas

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e muito fácil de usar. Se você já tem o aplicativo, basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Se ainda não usa o Telegram, saiba mais sobre o app aqui e veja como baixar.

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.