Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

TRÂNSITO

Tráfego na RSC-287 aumenta 3% ao mês, diz concessionária

Foto: Rafaelly Machado

Rota de Santa Maria tem a concessão da RSC-287 pelos próximos 30 anos. Investimento previsto é de R$ 2,7 bilhões

Nesta terça-feira, 30, a Rota de Santa Maria completa 90 dias de gestão na RSC-287. Neste período, a empresa registrou aumento de 3% por mês no número de veículos que circulam pela rodovia.

Para o diretor da concessionária, Renato Bortoletti, esse número ocorre pelo crescimento do agronegócio no Vale do Rio Pardo. “Venho de um mercado de rodovia e digo que é um crescimento bastante forte. Aqui temos os duetos entre os municípios que contribuem bastante. O movimento entre Santa Cruz e Venâncio Aires é o maior de todos. Depois temos a parte de Santa Maria, da Quarta Colônia, mas ainda não temos um parecer oficial, pois ainda não há praça naquele trecho.”

Esse crescimento faz com que a empresa analise a situação para pensar em estratégias que melhorem as condições de tráfego. “Algumas pessoas nos questionam, por exemplo, o motivo de uma ambulância ficar parada em algum posto de combustíveis. É que ali é um ponto estratégico, pois é perto de locais com mais movimento e incidência de acidentes”, explica.

LEIA MAIS: Sacyr assume RSC-287 em 30 dias; veja cronograma de obras

A respeito de ocorrências, outubro é o mês que teve mais registros, totalizando 850, dos mais variados tipos. Os demais meses ficam na média de 600 ocorrências na rodovia. Além disso, já são mais de 800 as ligações para o 0800-1000-287. “A maioria das ligações é sobre dúvidas. Isso é muito bom, pois precisamos ter contato com o usuário.” Há ainda registros de cerca de 150 animais que foram retirados da pista.

Com relação ao número de acidentes, Bortoletti diz que foram poucos os acidentes graves. “A maioria é pane elétrica em veículos.” Já sobre a cobrança de motos, ele diz que é necessária, pois os atendimentos são constantes para esse tipo de veículo. “O motociclista é muito vulnerável na rodovia e estamos estudando formas de melhorar a segurança deles. Temos um olhar para isso.”

LEIA MAIS: Novo valor do pedágio na RSC-287 passa a valer em 31 de agosto

Melhorias

Para março, Bortoletti diz que serão quatro ambulâncias, dois guinchos leves e mais dois pesados. A concessionária já disponibiliza ambulância com médico 24 horas, guincho pesado de forma terceirizada e o Centro de Controle Operacional (CCO), que também funciona 24 horas por dia.

Outro anúncio é que em janeiro começam as obras de reforma e ampliação dos pedágios de Candelária e Venâncio. “A parte de desapropriação com os donos de terrenos ao redor do pedágio já está toda resolvida. O maior problema serão as obras, pois durante precisamos deixar uma quantidade de pistas suficiente para o fluxo constante de veículos.”

LEIA MAIS: Rota de Santa Maria esclarece motivo da lentidão no primeiro dia de atividades

Ainda, Bortoletti destacou que os 468 sistemas de drenagem existentes na RSC-287 foram limpos. As pontes foram analisadas e reparos foram feitos, além da pintura. Nenhuma está em condições ruins. Daqui dois anos, será feita a troca do aporte das pontes e o alargamento. “Serão maiores para que caminhões maiores possam passar pela região. Hoje isso não ocorre por causa de uma restrição do Daer.”

Além disso, nos próximos dias uma equipe começa os trabalhos de sinalização vertical e horizontal, com pintura e troca de placas.

Duplicação

Segundo Bortoletti, a empresa fez uma proposta ao governo para iniciar a duplicação, pelo menos entre Candelária e Tabaí, para 2026. “Apresentamos uma lógica fundamentada, com estudo de tráfego, que seria melhor para toda a equipe fazer um trecho maior de uma vez só, do que ir quebrando em partes. Mas tudo depende de uma mudança contratual.” Já os trechos urbanos, começando por Santa Cruz e Venâncio, a previsão é entre 3 e 4 anos.

Colaborou o jornalista Ronaldo Falkenback

LEIA MAIS: Primeiro dia de concessão da RSC-287 tem demora no pedágio e críticas de motoristas

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e muito fácil de usar. Se você já tem o aplicativo, basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Se ainda não usa o Telegram, saiba mais sobre o app aqui e veja como baixar.

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.