Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Vale Verde

Troca de tiros entre Brigada Militar e criminosos foi decisiva para operação contra abigeato

Foto: Cristiano Silva

A Brigada Militar realiza nesta quarta-feira, 7, uma operação para combater crimes de abigeato em uma propriedade em Várzea Oliveira Santos, interior de Vale Verde. Ainda pela manhã, policiais estiveram em busca de animais que possam ser furtados e localizaram 35 bovinos sem procedência.

De acordo com o comandante do 23º Batalhão de Polícia Militar (23º BPM), tenente-coronel Giovani Paim Moresco, a investigação foi originada no roubo a banco em Vale Verde, em 2019. “No cerco policial, coletamos outros dados que levaram a contribuir para a análise do crime de abigeato”, explica. No entanto, o crime que ocorreu na semana passada, em Passo do Sobrado, quando suspeitos de cometerem furto de animais dispararam contra policiais militares, foi decisivo para a operação desta quarta.

LEIA MAIS: Suspeitos de cometerem furto abigeato disparam contra policiais militares

O comandante ainda lembra que a atividade desta quarta é bastante demorada, por causa da verificação nas propriedades. Inicialmente, os bandidos distribuíram os animais furtados em outras quatro propriedades lindeiras. Em uma, foram encontrados 15 bois, e em outra, 20. “Os proprietários afirmaram que os animais não são deles e que não sabem como foram parar ali.”

LEIA MAIS: Brigada Militar realiza operação contra furto abigeato

Agora, a Inspetoria Veterinária foi acionada para tentar fazer a identificação desse gado, se ele tem registro. “Se não for comprovada a procedência dos animais, eles ficam na propriedade de um fiel depositário até serem sacrificados. Isso ocorre pois esses animais colocam em risco o rebanho da propriedade e também de todo o Estado.”

A BM ainda segue durante a tarde na verificação de outros dois locais. A princípio, um tem aproximadamente 60 bois, e outro, 75. “Costumamos chamar uma operação como a de hoje de ‘dia de campo’, pela demora em averiguar as situações.”

Colaborou o repórter Cristiano Silva

LEIA TAMBÉM: Casos de abigeato assustam produtores de Albardão

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.