Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

SAÚDE

UPA de Venâncio Aires vai contar com mais um consultório

Foto: Pixabay

Consulta médica

A superlotação nos plantões da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e do Hospital São Sebastião Mártir (HSSM) motivou uma reunião técnica entre os gestores da saúde de Venâncio Aires na manhã dessa quinta-feira, 26. Embora seja um fenômeno que ocorre em todo o Estado, com excesso de internações hospitalares e consultas acima da capacidade, o problema antecipou mudanças no fluxo do Pronto Atendimento em Venâncio. A partir da próxima quarta-feira, 1º de junho, mais um consultório será instalado na UPA, com nova equipe formada por médico, enfermagem e técnico, para agilizar o fluxo de atendimentos na unidade.

A mudança foi apresentada pelo diretor técnico do HSSM, Guilherme Fürst Neto. Com diagnóstico dos atendimentos registrados especialmente nas últimas três semanas, o profissional destacou a possibilidade de ampliação do espaço físico da UPA, o que não acontece com o hospital. Com aporte de recursos extras por parte do Município, será possível ampliar para quatro médicos disponíveis de segunda a sexta-feira, das 10 horas às 19 horas. “Com isso, também vamos alterar a porta de entrada e saída de pacientes amarelos e vermelhos na UPA, com o objetivo de reduzir filas e humanizar os serviços”, destacou Fürst Neto.

LEIA TAMBÉM: Hospital São Sebastião Mártir tem déficit mensal de R$ 700 mil

Ficaram estabelecidas como metas, ainda para junho, aumentar e qualificar a equipe médica da UPA; aumentar o potencial de resolutividade no local, com exames e medicações; buscar cumprir os tempos de triagem; padronizar a triagem com o HSSM e implantar um mecanismo automático de encaminhamento ao hospital. Também haverá encontros mensais de avaliação.

Amenizar

O prefeito de Venâncio Aires, Jarbas da Rosa, elogiou o trabalho de busca por alternativas neste momento delicado da saúde no município. Para ele, as medidas devem amenizar o problema nas próximas semanas, contudo, não deverão resolvê-los. “Venâncio viveu um apagão de investimentos em saúde no último governo. Não se buscaram inovações, nem investiu-se na manutenção e reforma das unidades. Nossa meta, além de construir um Centro Materno-Infantil para atendimento à pediatria, é deixar nossa rede de atenção básica novamente em condições e voltar a debater a ampliação urgente do hospital”, adiantou o prefeito.

LEIA MAIS NOTÍCIAS DA REGIÃO

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e fácil de usar. Basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Ainda não é assinante Gazeta? Clique aqui e faça sua assinatura!

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.