Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

AOS SEUS PÉS

Uso de tapetes na decoração; saiba como escolher a peça ideal

Foto: Edu Pozella

Foi-se o tempo em que tapete era apenas um aliado na hora de reduzir o frio do piso, especialmente no inverno. Hoje essas peças estão com tudo na decoração e por vezes se tornam protagonistas dos projetos de interiores. E, claro, além do aspecto visual, deve-se lembrar que são os tapetes que conferem um toque de aconchego aos espaços. Além do conforto ao pisar, ele é um aliado na hora de delimitar ambientes e faz toda a diferença para o conforto térmico e acústico. Veja como fazer a escolha da peça ideal com as dicas das arquitetas Ieda e Carina Korman:

Para não errar

Primeiros passos

Eles podem ser neutros ou cheios de personalidade e devem ser escolhidos, costumeiramente, após a compra do mobiliário. “Mas se o cliente já possuir uma peça que seja herança de família, por exemplo, o décor será feito pensado para ela”, explica Ieda Korman. Um tapete deve ser escolhido de acordo com a rotina da família e com o ambiente onde será colocado. Assim, uma residência com pet ou crianças, por exemplo, pede por uma peça mais resistente e fácil de limpar. Uma casa de praia, por outro lado, dispensa peças de lã ou mais peludas.

LEIA TAMBÉM: Como escolher o tapete certo

Tamanho e proporção

Para definir o melhor tamanho, é necessário levar em conta os mobiliários que se encontram no
ambiente. “Em um living, o recomendável é que o tapete seja cerca de 15 ou 20 centímetros maior do que a área que delimita. Eles devem, ainda, se estender em 20 centímetros para dentro do sofá”, explica Carina Korman. As poltronas devem estar inteiramente sobre a área do tapete, ou com pelo menos metade de seu comprimento. Em salas de jantar, por sua vez, as profissionais indicam que o tapete tenha ao menos 60 centímetros a mais do que o lado maior do tampo da mesa.

Necessidades dos ambientes

De modo geral, espaços com muita movimentação devem receber peças de gramatura mais baixa, deixando os tapetes mais felpudos e robustos para os locais onde se passa mais tempo sentado, ou que pedem por aconchego. Cozinhas dispensam tapetes, ao passo que banheiros podem receber peças pequenas à frente da bacia, pia e chuveiro, de maneira a garantir uma pisada confortável.

LEIA TAMBÉM: Dicas sobre como cuidar dos tapetes

Como combinar

Na hora de coordenar os tapetes com o décor, é possível pensar no padrão de estampas e cores
em conjunto com as texturas e paletas do mobiliário. Em alguns casos, os desenhos e padrões marcantes são como obras de arte no chão e funcionam como ponto de destaque. Para quem busca apenas o conforto da peça, as neutras são sempre as mais indicadas, sem risco de errar.

Confira o caderno Construção & Decoração:

LEIA TAMBÉM: Saiba como escolher a cadeira ideal para cada ambiente; confira dicas

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e fácil de usar. Basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Ainda não é assinante Gazeta? Clique aqui e faça sua assinatura!

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.