Close sidebar

Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

POLÊMICA

Vice-governador do Estado formaliza desfiliação do PTB

O vice-governador Ranolfo Vieira Júnior formalizou nessa terça-feira, 14, a desfiliação do PTB. A decisão, que já era esperada, foi tomada cerca de seis meses após o rompimento da direção nacional petebista com lideranças gaúchas da legenda. Na ocasião, o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, que hoje está preso, fez ataques homofóbicos ao governador Eduardo Leite (PSDB) e criticou quadros do partido no Rio Grande do Sul.

LEIA MAIS: Após ofensas de Roberto Jefferson, líderes do PTB no Estado vão se desfiliar

Desde então, Ranolfo vinha sinalizando rumo à desfiliação, caminho que deve ser seguido por outros nomes. Tudo indica que ele irá migrar para o PSDB e se colocará como uma possibilidade para concorrer a governador no ano que vem, já que Leite não disputará a reeleição.

À Gazeta, o deputado federal Marcelo Moraes (PTB) disse que lamenta a saída de Ranolfo, a quem se referiu como “um grande profissional”, e destacou a redução nos índices de criminalidade no Estado sob a gestão dele na Secretaria Estadual de Segurança. Afirmou ainda que, no que toca à família Moraes, a intenção é permanecer no PTB devido à relação histórica com o partido, mas a situação será analisada mais adiante.

LEIA MAIS: Presidente do PTB de Santa Cruz admite possibilidade de debandada da sigla

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.