CARNAVAL 10/02/2020 16h27 Atualizado às 14h14

Segunda edição do Bailinho da Borges terá novidades

Evento marcado para este sábado, 15, começa às 17 horas e vai até a meia-noite

O Bailinho da Borges chegará à sua segunda edição no próximo fim de semana, movimentando o Centro de Santa Cruz do Sul em uma noite de muita alegria, música e folia. O evento marcado para este sábado, 15, começa às 17 horas e vai até a meia-noite na Rua Borges de Medeiros, que estará fechada na quadra entre a Marechal Floriano e a Marechal Deodoro. Na Deodoro, o bloqueio será entre as ruas Sete de Setembro e 28 de Setembro.

A música será um show à parte e ficará por conta do DJ Davi; N’Band, a banda oficial do Bailinho; Zeca Brito, cantor do bloco Maria do Bairro, da capital; Areal do Futuro, do Areal da Baronesa, com 45 integrantes; Eguer, o Chacrinha, de Porto Alegre; e uma participação especial de Carlinhos Carneiro, vocalista do Império da Lã e Bidê ou Balde. Outras apresentações podem ser confirmadas até o fim da semana. A festa de encerramento será na Legend Music & Bar.

A organização considera o Bailinho da Borges um evento democrático e a ideia é crescer sem perder essa característica, segundo o idealizador, Rafael Tombini. “É uma festa para todo mundo e queremos que todos se divirtam, não interessa a idade. Todos estão ali para brincar e confraternizar”, salienta. Os organizadores fizeram um manual do folião que orienta a respeito das práticas permitidas e proibidas no evento. Um dos pedidos é que os participantes não usem garrafas e copos de vidro, que podem quebrar e machucar outras pessoas.

Para quem caprichar no look, uma das opções será o concurso de fantasias, com oito categorias e curadoria da Gazeta Grupo de Comunicações, conforme o organizador do concurso e jurado, Eduardo Dalla Costa. “Para participar e concorrer a prêmios basta ir no Espaço Gazeta, que estará bem próximo ao palco, e preencher uma ficha de inscrição, colocando a categoria na qual quer participar”, explica.

As categorias infantil (até 12 anos), adulto e melhor idade terão as modalidades destaque e originalidade. Também será escolhido o melhor bloquinho e haverá uma categoria especial com votação popular online pelo Portal Gaz. “A Gazeta vai estar mais uma vez no Bailinho da Borges. Este ano com novidades e, de novo, muito feliz em apoiar esse evento que vai unir crianças, jovens, adultos e famílias num momento especial de diversão e muita alegria”, afirma a gerente de circulação e marketing da Gazeta, Rochele Conrad.

LEIA MAIS: Bailinho de Carnaval da Borges 2020 está confirmado

Organizadores esperam público em dobro
A festa que teve mais de 6 mil pessoas em 2019 espera o dobro de público neste ano. Para isso, o espaço dedicado ao evento foi aumentado, o palco ficará em novo local e a segurança foi reforçada. Brigada Militar, Guarda Municipal, Polícia Civil e cerca de 30 seguranças estarão presentes, espalhados em pontos estratégicos.

Uma ambulância ficará de prontidão se alguém precisar de atendimento médico. A estrutura terá ainda dois pontos com banheiros químicos, um na Marechal Deodoro, perto do palco, e outro na metade da Borges.

Cervejarias locais estarão presentes e venderão cervejas artesanais a R$ 10,00 o copo. Para comer, o La Campana oferecerá a parilla no pão, o restaurante Menuzen terá opções saudáveis e a Pizzaria Fornalha venderá fatias de pizza. Também haverá uma banca de pipocas.

Os pequenos terão à disposição um espaço kids no pátio da Galeria Luan, com brinquedos e atividades especiais e menu infantil. Todas as bancas terão opções de bebidas, como água e refrigerantes, e as comidas serão vendidas por valores entre R$ 10,00 e R$ 15,00.

No dia, estarão à venda adereços carnavalescos, acessórios e maquiagens da Festa e Fantasia e Dona Coruja. “Estamos incentivando que as pessoas escolham ir fantasiadas para participar do concurso”, conta a gerente do Sesc Santa Cruz, Roberta Pereira. Para ela, a segunda edição reforça o caráter do encontro, que acolhe todos os públicos e é realizado em uma rua, com acesso liberado para quem quiser participar.

“Temos essa parceria para valorizar os empreendedores locais, e no ano passado funcionou muito bem. A ideia do Bailinho é trazer esse clima dos antigos bailes nos clubes, com família e amigos, resgatando as marchinhas e os sambas-enredo.”

Bloco da Corte ajuda campanha ame Juju
Escolhidos pela comissão organizadora, o Rei e a Rainha da festa, o artista Sérgio Ávila e a atriz e diretora Pilly Calvin, motivaram a criação do Bloco da Corte. O grupo terá uma camiseta exclusiva que será vendida antes e durante o evento. Toda a renda arrecadada com as peças será revertida à Campanha Ame Juju, que busca obter R$ 9 milhões para o tratamento de Júlia Cardoso Torres, de 1 aninho, que tem atrofia muscular espinhal (AME) tipo 1.

A confecção das camisetas tem o apoio da empresa João Dick Imóveis. Cada blusa custará R$ 40,00, e duas serão vendidas por R$ 70,00. No dia do evento, haverá uma concentração do Bloco da Corte a partir das 16 horas, em frente à choperia Velasco.

Sérgio Ávila e Pilly Calvin, a Corte do Bailinho de 2020

LEIA MAIS: Concurso de fantasias será atração especial no Bailinho da Borges