Brasileirão 07/11/2019 08h21 Atualizado às 09h16

Inter mira reação em jogo contra o Ceará

Sob pressão pelos maus resultados nos últimos jogos, Colorado vai em busca da recuperação diante do Ceará, depois da derrota no Gre-Nal

A derrota de 2 a 0 no clássico Gre-Nal, no domingo passado, na Arena, já ficou para trás no Internacional. Para não perder o G-6 de vista, o time gaúcho busca a reabilitação contra o Ceará a partir das 19h30 desta quinta-feira, 7, na Arena Castelão, em Fortaleza, pela 31ª rodada do Brasileirão.

O técnico Zé Ricardo terá de promover duas alterações no time, já que o goleiro Marcelo Lomba foi expulso e o volante Edenílson recebeu o terceiro cartão amarelo diante do Grêmio. Danilo Fernandes assume a meta e Patrick deve entrar no meio-campo, assim como D’Alessandro, que deve retornar no lugar de Neilton. O atacante uruguaio Nico López também recebeu o terceiro amarelo e é desfalque, mas ele vinha sendo opção no banco de reservas. A boa notícia é que o lateral-direito Heitor retorna após cumprir suspensão automática na vaga de Bruno.

Como Zeca sofreu uma lesão no quadril e está parado, o lateral-esquerdo Uendel permanece no setor. Segundo ele, o duelo na capital cearense é fundamental para as pretensões do Inter, faltando oito partidas para o término da competição nacional. “Talvez eles (Ceará) estejam apostando as fichas nos jogos em casa, sabem que são fortes. Cabe à gente ser inteligente, saber que vão fazer uma pressão muito forte no início da partida. É um jogo perigoso e fundamental, não só por termos perdido um clássico, mas também pela tabela: olhando a classificação, sabemos que precisamos de pontos nessa briga pelo G-4 e G-6. Precisamos pontuar o quanto antes para não deixar o São Paulo e o Grêmio escaparem”, alertou.

Segundo Uendel, independentemente do esquema – um tripé com três volantes ou dois exercendo a função –, o principal objetivo é deixar o Castelão com os três pontos. “Particularmente, não tenho opção, estamos acostumados a jogar nos dois sistemas. E cada jogo tem uma história. Às vezes encaixa num e todo mundo acha que é esse o sistema, mas no outro não funciona, porque o desenho tático do adversário influencia nessa questão”, comentou o lateral.

Vozão contará com reforços
O Ceará viverá, no próximo domingo, todas as emoções de mais um clássico, na esperança de vencer o Fortaleza, como fez no primeiro turno (2 a 1). Antes, no entanto, terá o Inter pelo caminho. Por isso, a ordem é deixar o arquirrival de lado até o apito final da partida contra o time gaúcho.

“Eu tenho respeito pelo clássico, entendo a importância, mas temos que pensar no adversário difícil que nós temos, que é o Internacional, campeão do mundo, bicampeão da Libertadores, com um treinador que nos conhece, o Zé Ricardo. A gente vai enfrentar uma grande agremiação, então não dá para pensar no Fortaleza. A atenção é com o Internacional, porque precisamos fazer um jogo perfeito”, disse o técnico Adilson Batista.

BRASILEIRÃO
Arena Castelão – Fortaleza
Quinta, 7, 19h30

CEARÁ
Diogo Silva; Samuel Xavier, Valdo, Luiz Otávio e João Lucas; William Oliveira, Fabinho, Ricardinho, Felipe Silva e Thiago Galhardo; Bergson Técnico: Adilson Batista

INTERNACIONAL
Danilo Fernandes; Heitor, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Patrick, Guilherme Parede, D’Alessandro e Wellington Silva; Paolo Guerrero
Técnico: Zé Ricardo

Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio, com Fabrício Vilarinho da Silva e Leone Carvalho da Rocha Vídeo: Elmo Alves Resende Cunha, com Jefferson Ferreira de Moraes e Edson Antônio de Sousa (GO)

Rádio: Gazeta FM 107.9, Gazeta FM 98.1 e Rio Pardo FM 103.5
TV: TNT e Premiere

LEIA MAIS: Com desfalques, técnico do Inter fecha treino para definir time