Futebol 13/02/2020 11h16

Projeto pesou para a vinda de Caio Henrique para o Grêmio

Enfim apresentado, o lateral-esquerdo destacou a disputa de títulos para aceitar o convite e defender o time gaúcho

Contratado por empréstimo de um ano do Atlético de Madrid, o lateral-esquerdo Caio Henrique, 22 anos, foi apresentado oficialmente ontem pelo Grêmio. Embora tenha sido anunciado no dia 21 de janeiro, o jogador só chegou agora porque estava defendendo a seleção olímpica, que conquistou vaga para a Olimpíada de Tóquio, juntamente com o goleiro Phelipe Megiolaro, o volante Matheus Henrique e o atacante Pepê.

Ao lado do vice-presidente de futebol, Paulo Luz, e do gerente executivo de futebol, Klauss Câ mara, o atleta afirmou que tinha outras ofertas, mas aceitou defender o time gaúcho pela possibilidade de brigar por títulos. Ele destacou-se pelo Fluminense no ano passado, onde atuava no meio-campo, setor em que também pode ser utilizado.

“Tinha outros clubes interessados, mas pesou o projeto do Grêmio. A gente está sempre vendo o Grêmio disputar títulos, chegando nas fases finais de Libertadores, sendo campeão. Isso pesa para o jogador. Deixamos o agradecimento também pelo esforço feito, foi uma negociação muito difícil e estou bem contente em vestir esta camisa”, celebrou.

Opção importante para o técnico Renato Portaluppi, Caio Henrique disputará posição com Bruno Cortez, titular nos últimos anos. “Cada um tem sua característica. Cortez é referência dentro do grupo, vitorioso. Ele é mais de marcação, eu mais ofensivo. É importante ter ambos no elenco. A temporada é longa e precisamos de plantel”, sublinhou o lateral. Ele se colocou à disposição para ir a campo neste sábado, às 16h30, no Gre-Nal 423, no Beira-Rio, válido pelas semifinais do primeiro turno do Gauchão. “Sempre acompanhei o Gre-Nal pela televisão. Já sei que clássi co não se perde. Até por se tratar de uma semifinal, todos os campeonatos em que o Grêmio entra é para vencer. Essa mentalidade talvez tenha feito com que ganhasse tantos títulos. Espero que nossa equipe consiga uma vitória”, projetou. Segundo Caio Henrique, sua estreia só depende da comissão técnica.

“Questão física já está resolvida. Conseguimos descansar. Temos alguns dias até o clássico, talvez seja mais importante ganhar do Inter do que qualquer outro clube. Claro que vivo a expectativa de poder estrear, mas isso deixo para o professor. Estou ansioso para entrar em campo”, ressaltou.