Sem vagas 06/01/2021 08h21 Atualizado às 15h43

'Prefeitura não é cabide de empregos', desabafa vice-prefeito

Elstor Desbessell e a prefeita Helena Hermany vêm recebendo, desde a eleição, numerosos e insistentes pedidos de pessoas que cobiçam um cargo na Administração Municipal

Em entrevista à Rádio Gazeta nesta semana, o novo vice-prefeito de Santa Cruz, Elstor Desbessell (PL), fez um desabafo impressionante. Disse que a maior dificuldade que ele e a prefeita Helena Hermany (PP) vêm enfrentando desde a eleição são os numerosos e insistentes pedidos de pessoas que cobiçam um cargo na Prefeitura para si e para seus parentes – “uma ‘chuvarada’, uma demanda muito grande de pessoas querendo emprego”, nas suas palavras. “Sei que não é muito ético dizer isso, mas precisa ser dito. Eu e a Helena nos candidatamos para ser prefeita e vice, para administrar Santa Cruz, e não para gerar uma agência de empregos”, frisou.

Desbessell alegou que a Prefeitura, nos últimos anos, reduziu significativamente o número de CCs. Além disso, com a pandemia, as prefeituras estão impedidas de aumentar as despesas com pessoal. Segundo ele, as vagas disponíveis no governo estão “praticamente preenchidas”. “No final do governo Telmo, ele estava ocupando só 83 ou 85 CCs. E nós não podemos aumentar a despesa durante a pandemia, é lei. Não podemos preencher os cem CCs que existem.”

LEIA TAMBÉM: Saiba quais as metas de Helena para os primeiros 100 dias

O vice disse ainda saber que muitas pessoas que ajudaram na campanha estão na expectativa de obter um espaço. “Mas temos que ser sinceros, e há pessoas que parece que não querem entender. Acreditam que, porque estiveram conosco na campanha, temos a obrigação de dar um emprego. As pessoas precisam entender que a Prefeitura não é cabide de empregos”, queixou-se.

Em somente um dia no mês passado, Desbessell disse ter recebido 24 pessoas pedindo emprego. Ainda conforme ele, a gestão pretende trabalhar para gerar empregos no setor privado. “Eu e Helena estamos buscando empresas para abrir vagas em Santa Cruz. Queremos trabalhar e entregar um município melhor do que recebemos.”

LEIA TAMBÉM: Entrevista: ‘Não estou preocupada com grandes obras’, diz Helena Hermany