Alteração 23/05/2019 19h58 Atualizado às 21h03

O que muda no processo seletivo da Havan em Santa Cruz

Devido à procura intensa por atendimento, empresa anunciou mudança nesta quinta-feira

Diante do grande número de atendimentos no primeiro dia de seleção para a unidade da Havan, que será aberta em agosto em Santa Cruz, a empresa anunciou mudança no processo nesta quinta-feira, 23. De acordo com o gerente de recursos humanos (RH), Aurélio Paduano, os candidatos que receberam senhas nessa quarta-feira no Pavilhão Central foram agendados para entrevista com a agência local da FGTAS/Sine, que coordena os trabalhos. Ao todo, foram 995 senhas distribuídas.

A partir de agora, no entanto, os interessados que forem ao Central deverão deixar apenas seus currículos, para que o Sine faça uma pré-triagem e encaminhe os selecionados para entrevista com a equipe de RH da rede catarinense. Paduano garante que quem deixar os currículos não será prejudicado, já que a ideia é chamar para a próxima etapa todos aqueles que atenderem aos requisitos exigidos pela empresa. O atendimento no Pavilhão Central seguirá até o dia 31. Conforme o gerente de RH, as equipes deverão trabalhar em um sábado para dar conta da demanda de entrevistas. A expectativa é de que em torno de 10 mil candidatos participem da seleção. 

A Havan anunciou que irá contratar 150 pessoas para a mega loja em Santra Cruz. Entretanto, inicialmente, serão só 85 pessoas, que passarão por treinamento em outras unidades da rede. É necessário que os candidatos tenham disponibilidade para trabalhar nos fins de semana, além da idade mínima de 18 anos e ensino médio completo. Simpatia, dinamismo, iniciativa, vontade de trabalhar em equipe e disposição para o atendimento ao público são requisitos exigidos pela Havan para preencher as vagas. Além de piso de R$ 1.475,00, a empresa oferece benefícios como vale-transporte, vale-alimentação e Programa de Participação nos Resultados (PPR).