Região 06/11/2019 07h02

Nível do Jacuí fica estável e tende a diminuir em Rio Pardo

Pela primeira vez desde o início da cheia, não houve mudanças no nível do rio entre a medição da manhã e da tarde

A forte chuva que caiu sobre a região elevou o nível do Rio Jacuí a mais de nove metros acima do normal  – de sete, chegou a 16,05 metros nos últimos dias. Nessa terça-feira, 5, a marca subiu mais 20 centímetros pela manhã, chegando à 16,25, e assim permaneceu durante a tarde.

Segundo a Defesa Civil de Rio Pardo, essa foi a primeira vez, desde o início da cheia, que não houve alteração em um mesmo dia entre as duas verificações diurnas realizadas na jusante da barragem do Anel de Dom Marco.

A pouca alteração de segunda para terça-feira e a estabilização da manhã para a tarde dessa terça geram boa expectativa entre os moradores da Cidade Histórica, que sofreram com os transtornos causados pelas cheias do Jacuí.

LEIA MAIS: Em Rio Pardo, travessia em Porto Ferreira é só de barco

Algumas famílias localizadas em bairros ribeirinhos, como Várzea do Camargo, Rosário, Praça da Ponte e Boa Esperança, precisaram ser retiradas das residências, que foram invadidas pela água. No balneário Porto Ferreira, os moradores tiveram de levar móveis e eletrodomésticos para o segundo piso das casas.

“Depois dessa estabilização, acreditamos que nesta quarta-feira deve começar a baixar o nível aos poucos, seguindo ao longo dos próximos dias”, disse o presidente da Associação de Moradores do Balneário Porto Ferreira, Carlos “Magrão” da Silva.

A constatação também foi comemorada por Sílvia Mitereschi. A moradora do Porto Ferreira encontra-se ilhada em casa, pois as ruas do balneário estão submersas. “Graça a Deus começou a estabilizar o nível do rio. É um alívio para todos”, comemorou Sílvia.

LEIA MAIS: Defesa Civil de Santa Cruz emite alerta para moradores das áreas ribeirinhas

Defesa Civil ajuda com doações

Em Rio Pardo, as nove famílias que precisaram sair de casa em razão da enchente continuam instaladas na casa de familiares. Os 26 imóveis que foram destelhados pelo temporal do início da semana passada foram cobertos com lonas oferecidas pela Defesa Civil de Rio Pardo.

Na última sexta-feira, o órgão municipal comprou telhas em caráter emergencial para instalar nas moradias atingidas. “Também recebemos a doação de roupas da Defesa Civil do Estado para atender nosso caso emergencial. Mesmo assim, ainda pedimos calçados e colchões para aqueles que quiserem auxiliar as famílias que perderam seus pertences”, ressaltou a agente da Defesa Civil de Rio Pardo, Andréia Moreira.

Quem quiser fazer alguma doação deve entrar em contato pelo telefone (51) 3731 1876 ou (51) 99535 1085. Também é possível entregar donativos na Secretaria Municipal do Trabalho, Cidadania e Assistência Social, na Rua Rodolfo Moreira de Souza, 59, no Bairro Guerino.

LEIA MAIS
Outubro deste ano foi o segundo mais chuvoso da história de Santa Cruz
Chuva continua na região? Veja a previsão para esta semana