Rio Pardo 10/11/2019 10h45

11 mil eleitores de Rio Pardo têm um mês para fazer biometria

Quem não fizer o cadastro terá o título de eleitor cancelado e sofre penalidades

Dos 30.162 eleitores de Rio Pardo, 11.726 ainda não fizeram o recadastramento biométrico no Cartório Eleitoral. A data-limite é o próximo dia 11 de dezembro. Após o término do prazo, um relatório será enviado ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RS) com os nomes de quem tiver o título cancelado, e estes não poderão votar na próxima eleição.

Para agilizar o processo e criar uma oportunidade aos que não conseguem regularizar a situação durante os dias úteis, o Cartório Eleitoral de Rio Pardo funciona em regime de plantão neste fim de semana, das 13 às 18 horas no sábado e no domingo, na Rua Andrade Neves, 195.

“É uma oportunidade única que os eleitores terão para regularizar a situação do seu título, sobretudo quem tem compromissos durante a semana e não consegue vir de segunda a sexta-feira fazer o recadastramento biométrico”, frisou o analista judiciário e chefe do Cartório Eleitoral de Rio Pardo, Claiton Rodrigues da Silveira. É preciso levar comprovante de endereço atualizado (de água, luz ou telefone), identidade e número de CPF. Quem tiver, pode levar também o título de eleitor.

LEIA MAIS
Municípios da Região agilizam recadastramento biométrico
12 mil pessoas ainda não fizeram o recadastramento biométrico em Rio Pardo

Título cancelado

Impedimentos que recaem sobre o eleitor que tiver o título cancelado:
a) inscrever-se em concurso público;
b) receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos, se for servidor ou funcionário público;
c) participar de concorrência pública;
d) obter empréstimo, desde que não se trate de instituição bancária privada;
e) obter passaporte, carteira de identidade e CPF;
f) matricular-se em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo;
g) praticar qualquer ato para o qual se exija quitação do serviço militar ou Imposto de Renda.