ADAPTAÇÃO 22/03/2020 22h06

Isolamento social: como ser produtivo em home office?

Especialista dá dicas para fazer o trabalho render, mesmo fora do ambiente profissional

A emergência do coronavírus levou muitas empresas a suspender o modo de operação tradicional para preservar a saúde das pessoas e, também, dos negócios. Ainda que a tecnologia já proporcione vários recursos para viabilizar o trabalho, mesmo em isolamento social, é necessário adaptar-se rapidamente a essa nova realidade.

“Acredito que o home office, no momento, é a melhor alternativa para que os negócios não parem. É necessária uma conscientização coletiva para que cada um faça a sua parte com responsabilidade, tanto na saúde quanto nos negócios”, explicou a psicóloga e selecionadora Priscilla Teloeken.

Para a especialista, as pessoas não podem parar totalmente, mas também não podem ignorar uma situação tão delicada e nova para todos. Para os não habituados ao home office, Priscila detalhou alguns pontos para que essa modalidade funcione da melhor maneira possível.

A primeira dica é achar um lugar confortável. “Nem todos terão o espaço adequado para trabalhar de casa, mas em uma emergência é necessário improvisar. Uma mesa de altura adequada, uma cadeira em que se sinta confortável: faça desse local seu escritório. E, se mora com a família, peça que respeitem esse local como seu escritório nos próximos dias.” Os acordos familiares são imprescindíveis nesse momento, para que todos entendam a situação.

LEIA TAMBÉM: VÍDEO: Carro de som orienta pessoas a ficarem em casa em Santa Cruz

A especialista destacou que se o trabalhador faz pausas para um cafezinho na empresa, deve fazer o mesmo em casa, mas voltar logo à rotina de trabalho para não se distrair em conversas ou problemas familiares que possam tirar o foco. “Se você tem crianças em casa, melhor escolher um cômodo reservado para trabalhar, mas não se espante se elas não entenderem a situação”, alertou.

Conforme Priscila, também é fundamental testar os recursos de tecnologia. “Podemos ficar uma semana em casa, 15 dias, talvez um mês, e o que queremos é que esses dias de isolamento social passem voando. Verifique se o laptop da empresa está devidamente configurado e se a sua conexão à internet e os recursos estão funcionando com excelência.”

Dicas importantes

Mantenha sua rotina diária de trabalho: comece a trabalhar no horário de sempre e se vista de maneira adequada. Acorde com tempo suficiente para começar a trabalhar com ânimo.

Mantenha-se conectado com seus colegas: continue questionando e se envolvendo nas decisões. Também permaneça sorrindo, pois, mesmo do outro lado da tela, precisamos mais do que nunca contar uns com os outros.

Faça coisas de sua rotina anterior: não deixe que a rotina de trabalho emende com a rotina familiar. Continue fazendo o máximo de coisas possíveis que te deem prazer, mesmo em casa.

Faça novas coisas: se queria começar um curso online, agora, com a economia de tempo no trânsito, você terá espaço na agenda.

Aceite: se não era esse o home office que você queria, entenda que você está começando no meio de uma situação de emergência. Siga todas as instruções de saúde e segurança, pois seu desafio agora é um pouco mais complicado: manter você e os outros seguros e saudáveis e continuar fazendo com que a empresa funcione da melhor maneira possível.

LEIA TAMBÉM: Com a gaita, Pedro traz um pouco de ânimo em dias tensos

Organização em casa é fundamental

A nutricionista Laís Rauber Grehs começou o home office nessa sexta-feira. No dia anterior, finalizou os atendimentos presenciais dos últimos pacientes e organizou sua nova rotina de trabalho a partir de casa, em Santa Cruz do Sul.

Algumas demandas laborais são feitas na bancada da cozinha, seu lugar preferido da residência, mas para os atendimentos por videochamada opta por um espaço reservado – um dos quartos foi transformado em escritório para dar total atenção aos pacientes.

Nesse período, a filha Clara, de 4 anos, fica aos cuidados do pai, Luís Henrique Halmenschlager. “Atendo meus pacientes arrumada como estaria no consultório. É importante trocar de roupa ao acordar para que o dia comece de fato.” A rotina de trabalho também é dividida entre os cuidados e brincadeiras com a filha e os treinos. “É preciso cuidar da saúde do corpo nesse período, mas também da saúde mental”, apontou.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS