Para uso imediato 26/03/2020 12h27 Atualizado às 14h47

Vera Cruz está com ambulatório de campanha pronto

Espaço tem três leitos na ala vermelha e três na amarela, com possibilidade de aumento, conforme a necessidade

Mesmo com situação considerada tranquila no município, com apenas um caso suspeito de coronavírus, Vera Cruz se antecipou e já montou um ambulatório de campanha. A estrutura, localizada na Escola Estadual Vera Cruz, está pronta para uso. Serão três leitos na ala vermelha e três na amarela, com possibilidade de aumento, conforme a necessidade.

A secretária de Saúde, Liseana Palma Flores, esclarece que, com o aumento no horário de atendimento no Posto de Saúde Central, até as 19h30, e mais o Hospital Vera Cruz (HVC), as equipes de saúde estão conseguindo dar conta do atendimento, não sendo necessário, por enquanto, a abertura do ambulatório. “Tanto o posto como o plantão do hospital estão tranquilos, mas sabemos que ainda virão dias complicados e precisamos ter essa retaguarda. O local está pronto, com escala de profissionais montada. Se for preciso, em uma hora já poderá estar funcionando.”

Na manhã desta quinta-feira, 26, profissionais que trabalham com limpeza nas áreas de saúde e educação, e vão atuar no ambulatório, passaram por uma capacitação. “Vamos usar todo o nosso quadro de funcionários. Esse encontro permitiu que estes profissionais saibam a diferença da higienização em um posto de saúde, por exemplo, para um local em que há possibilidade de alto contágio como será o ambulatório.”

Profissionais passaram por capacitação nesta quinta | Foto: divulgação

Como vai funcionar
A secretária explica que os pacientes que chegarem ao ambulatório logo serão separados por grau 1, 2 ou 3. No 1 ele é avaliado e é logo liberado, no 2 fica em observação e no 3 vai para internação. “É importante destacar que os pacientes entram por um porta e saem por outra. Eles não terão contato uns com os outros até para evitar o contágio.”

Um caso suspeito
Vera Cruz teve até agora três notificações de casos suspeitos. Dois já foram descartados e um segue em investigação. Trata-se de uma mulher, de 64 anos, que apresentou febre e falta de ar. Ela está internada no HVC e aguarda resultado do Laboratório Central do Estado (Lacen).

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS