EFEITO DA PRORROGAÇÃO 16/04/2020 06h46

Envio de declarações do IR está bem abaixo da média na região

Com a ampliação do prazo para acertar as contas com o leão, Receita constata queda no encaminhamento dos formulários

Em razão da pandemia de coronavírus, a Receita Federal prorrogou o prazo para a declaração do Imposto de Renda 2020. O período inicial era 30 de abril. No início deste mês, foi publicada a instrução normativa que amplia o prazo para 30 de junho. O delegado da Receita em Santa Cruz do Sul, auditor fiscal Leomar Padilha, explica que o objetivo é oportunizar que as pessoas tenham mais tempo para preparar a documentação durante a quarentena.

Na região, grande parte dos contribuintes está aproveitando o prazo estendido. Até o momento, 48.148 pessoas da região de abrangência da Delegacia da Receita Federal de Santa Cruz do Sul entregaram suas declarações, de um montante de 155 mil esperadas. No ano passado, nesse mesmo período, 71.738 contribuintes já haviam entregue suas declarações.
A normativa também altera o vencimento do pagamento do imposto.

“Quem apurou imposto a pagar e não optar por débito em conta deve pagar a cota única ou a primeira parcela até 30 de junho. Já para aqueles contribuintes que optaram por débito em conta, o débito da cota única ou da primeira parcela ocorrerá até 10 de junho”, reforçou. Padilha destacou, ainda, que o parcelamento não foi alterado, apenas as datas de vencimento das parcelas. “O parcelamento é feito diretamente na declaração, e nenhuma cota pode ser inferior a R$ 50,00.”

A Receita também flexibilizou certas exigências de dados por causa da quarentena. “Algumas informações que eram obrigatórias deixaram de ser, como o número do recibo da última declaração. Lembrando que os avisos que são apresentados no momento da entrega não impedem a transmissão da declaração.”

LEIA MAIS: Cronograma de restituições do Imposto de Renda está mantido

BALANÇO DA ENTREGA

No Brasil
Meta 2020 Total 32.000.000
12/4/2020 10.908.023
12/4/2019 14.083.262

Na Delegacia de Santa Cruz
Meta 2020 Total 155.000
12/4/2020 48.148
12/4/2019 71.738

Contribuintes de Santa Cruz
Meta 2020 Total 29.500
12/4/2020 8.900
12/4/2019 13.330

Mais tempo também para destinar a entidades sociais
A destinação de parte do Imposto de Renda para entidades sociais também pode ser feita até 30 de junho. Os contribuintes que utilizam o modelo completo podem destinar, na própria declaração, até 6% do imposto devido (3% para o fundo do idoso e 3% ao fundo da criança e adolescente). “O dinheiro que deixa de vir para nossa cidade, para cuidar das nossas crianças, dos nossos adolescentes e dos nossos idosos ainda é muito grande”, lamentou o delegado Leomar Padilha.

Atualmente, há mais de 10.600 santa-cruzenses que podem destinar, mas só 522 aderiram em 2019. Já no Estado, no ano passado, o potencial foi de R$ 540 milhões. No entanto, foram direcionados apenas R$ 33,4 milhões – mais de 870 mil gaúchos poderiam participar, mas apenas 15 mil o fizeram. “É muito simples, o próprio programa calcula quanto o você pode destinar. E independentemente de você ter imposto a pagar ou a restituir, pode destinar.” Há mais de 40 entidades que podem ser beneficiadas em Santa Cruz.

LEIA MAIS: Prazo para entrega da declaração do IR é prorrogado para 30 de junho

Contadores inovam para ajudar clientes
A contadora Maria Sueli Fontoura, da Ideal Office, contou que logo no início de março o escritório teve uma boa procura de clientes interessados em fazer a declaração. No entanto, devido à quarentena, não foi possível atender a todos presencialmente. Uma modalidade adotada pela empresa é o serviço remoto, através da estação de gestão. Os atendimentos são complementados com ferramentas de videoconferência, e-mail, WhatsApp Business ou Telegram, conforme cada cliente. O contribuinte pode optar pela declaração online, na qual recebe um link da Ideal Office para cadastrar informações, como rendimentos tributáveis, dados cadastrais, dependentes, outros rendimentos, bens e direitos, dívidas, despesas dedutíveis e conta corrente para restituição. A pessoa também precisa anexar os comprovantes. “Traz a vantagem de evitar filas de espera e de perder tempo e dinheiro em deslocamentos”, diz ela.


MAIS LIDAS