REGIÃO 24/10/2020 20h22

Aulas da rede estadual serão retomadas somente no dia 28

Expectativa da 6ª CRE é que até lá escolas já tenham recebido os equipamentos necessários para segurança dos estudantes

O retorno das aulas presenciais do Ensino Médio nas instituições abrangidas pela 6ª Coordenadoria Regional de Educação (6ª CRE), previsto para o último dia 21, deverá ocorrer apenas na próxima quarta-feira, 28, junto com as atividades do Ensino Fundamental – Anos Finais.

Das 96 instituições estaduais de Ensino Médio e Ensino Fundamental, 43 não irão voltar em razão das restrições dos decretos municipais. Elas estão sediadas em Boqueirão do Leão, Encruzilhada do Sul, Gramado Xavier, Lagoa Bonita do Sul, Passa Sete, Passo do Sobrado, Sinimbu, Venâncio Aires, Sobradinho e Vale Verde. No caso da Escola José Mânica, localizada no Bairro Esmeralda, em Santa Cruz, a 6ª CRE ainda aguarda um laudo técnico do setor da Coordenadoria Regional de Obras Públicas (Crop).


LEIA MAIS: Escolas estaduais só voltam quando totalmente aptas, diz coordenador da 6ª CRE

As escolas ainda aguardam a chegada dos equipamentos de proteção individual (EPIs) e dos materiais de higiene e limpeza, que deveriam ter sido entregues até o último dia 16. Até a tarde dessa sexta-feira, 23, a maioria das instituições havia recebido somente parte desses itens, faltando ainda uma remessa de máscaras e os tapetes sanitizantes. A previsão, segundo o coordenador da 6ª CRE, Luiz Ricardo Pinho de Moura, é de que os materiais estejam disponíveis até quarta-feira. Eles estão sendo entregues de forma individual pelas empresas.

“A escola que estiver com todos os equipamentos já poderá iniciar as atividades. No entanto, é mais provável que o retorno aconteça somente no dia 28, quando também voltam os estudantes do Ensino Fundamental – Anos Finais”, disse. “Para que o retorno seja autorizado é preciso ter a disponibilização de todos os EPIs e possuir o plano de contingência para o coronavírus aprovado pelo COE local. A declaração de conformidade sanitária por um agente técnico da área sanitária será realizada após o retorno das atividades, quando tudo estiver funcionando.”

Moura ressaltou ainda que em todas as instituições será disponibilizada merenda escolar aos estudantes. Em alguns casos, para evitar aglomerações nos refeitórios, haverá a possibilidade de levar o alimento para ser consumido em casa. Um cardápio especial está sendo estruturado e será encaminhado às escolas. Sobre a possibilidade de demissão de funcionários que trabalham no setor da merenda e outros, Moura afirmou que isso não condiz com a realidade. “Muito pelo contrário, estamos contratando funcionários de acordo com a necessidade de cada escola. O que poderá acontecer é a substituição de profissionais do grupo risco por outros.”

A volta das aulas do Ensino Fundamental – Anos Iniciais está prevista para o dia 12 de novembro, de acordo com o cronograma do governo do Estado.

LEIA MAIS: Estudo indica como vírus se espalha em uma sala de aula