EXPECTATIVA 15/01/2021 15h47 Atualizado às 17h28

Vacinação contra Covid-19 pode começar na quarta-feira em Santa Cruz

Prefeitura aguarda orientações e diretrizes do Estado sobre cronograma de aplicação, grupos prioritários e demais questões

A notícia mais aguardada pela população nos últimos meses foi confirmada nesta sexta-feira, 15, pela secretária municipal de Saúde, Daniela Dumke. Em entrevista à Rádio Gazeta FM 107.9, ela informou que a vacinação contra a Covid-19 no município pode começar já na próxima quarta-feira, 20. O cronograma de aplicação, os grupos prioritários e demais questões referentes à organização não dependem da Prefeitura, que aguarda orientações e diretrizes do governo do Estado sobre como deve proceder.

“Foi com muita alegria que recebemos essa notícia. Trabalhamos bastante nessa questão e já temos uma dinâmica toda preparada, estamos organizados. A vacina chega para nós na próxima quarta-feira e temos a questão de seguir os protocolos do Estado para a distribuição dela”, afirmou Daniela.


Ela reforçou que todo o planejamento parte do governo do Estado, não cabendo ao Executivo Municipal interferir ou criar regras próprias. “Na terça-feira o ministro (da Saúde) vai entrar em contato novamente com os municípios para liberar o calendário. Realmente a vacina está chegando, e para nós foi uma grande surpresa já vir assim, porque esperávamos que fosse para fevereiro, sabemos que às vezes as coisas são programadas e depois postergadas.”

LEIA MAIS: Anvisa pede mais informações a Fiocruz e Butantan sobre vacinas

A secretária também confirmou que o município está preparado e possui vários planos de ação definidos. “Já temos mais de um esquema pronto, para seguir de acordo com o que o Estado nos remeter sobre como devemos seguir”, disse Daniela.

O início efetivo da vacinação, entretanto, ainda não pode ser confirmado porque também depende dos critérios que ainda serão divulgados pelo Piratini. “Hoje não consigo dizer, de repente na terça-feira (19) eu já tenha uma posição sobre como a gente vai começar a agir. Nem quisemos abrir muito, porque sabemos que isso gera uma certa ansiedade na população.”

A secretária também reiterou o pedido para que as pessoas tenham calma e aguardem sua vez. “Eu sei que gera uma angústia, mas, como eu disse, isso vem do Estado e não depende da Secretaria Municipal de Saúde a distribuição das doses para os grupos.”, destacou.

Daniela acredita que, após o recebimento do primeiro lote, mais vacinas possam ser adquiridas para dar continuidade ao processo. “Peço encarecidamente à população que tenhamos paciência, vai chegar a vez de todo mundo”, completou.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS