Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

SOBRADINHO

Alimentos da “Horta Solidária” começam a ser destinados

Foto: Nathana Redin/Gazeta da Serra

Esta já foi a segunda semana em que familiares de alunos atendidos na Apae de Sobradinho puderam levar para casa alimentos do projeto “Horta Solidária, uma ação de amor ao próximo”. A iniciativa idealizada pelo escritório municipal da Emater/RS-Ascar, conta com a parceria da Susepe e Apae, e o apoio da Administração Municipal.

A ideia é de que a cada semana, em torno de 20 famílias possam ser beneficiadas com os produtos plantados na horta que fica junto ao Presídio Estadual de Sobradinho. Havendo um rodízio entre os contemplados, a cada mês cerca de 80 famílias receberão os kits contendo alimentos como alface, rúcula, couve, mandioca, batata, cenoura, beterraba, cebola, tempero verde, entre outros, alguns deles já semeados e outros a serem cultivados. Como o projeto iniciou há aproximadamente um mês, o que está sendo entregue atualmente são itens que já estavam sendo cultivados na horta do Presídio, através de doações dos próprios agentes penitenciários.

A expectativa é de que nos próximos meses as cestas sejam distribuídas com até dez itens. Segundo a extensionista da Emater, Maiquiele Schaefer Roso, a estiagem do início do ano acabou prejudicando o desenvolvimento de algumas plantas, mas agora deve estabilizar e a horta deverá contar com mais opções para incrementar o cardápio das famílias.

O projeto teve seu pontapé inicial com um minhocário construído junto à sede da Casa Prisional, a fim de aproveitar os resíduos orgânicos produzidos no local. O húmus, rico em nutrientes para o solo, tem sido incorporado aos canteiros, os quais também estão recebendo novos cuidados, como a divisão dos espaços com telhas. Assim a produção de hortaliças e vegetais ampliou-se e a parceria entre as instituições foi firmada, tendo a assistência técnica da Emater e a mão de obra prisional sob supervisão dos agentes penitenciários, que produzem para atender a demanda do Presídio e o excedente destinam atualmente às famílias em situação de vulnerabilidade assistidas pela Apae.

Reunidos na sede da Apae e também em visita à horta da Casa Prisional, verificando o andamento da iniciativa, nesta terça-feira, 17 de maio, estiveram a extensionista da Emater, Maiquiele Roso, o prefeito Armando Mayerhofer, a secretária municipal de Assistência Social, Patrícia Kegler, a diretora da Apae, Sahra Carolina Mainardi, o diretor do Presídio, Lucas Bernardo Sauzem Rocha, o chefe de segurança Guilherme da Silva dos Santos e o agente penitenciário responsável pela manutenção do Presídio, Maurício Dalazen. As instituições agradecem a parceria com a Administração Municipal e aos apoiadores locais que têm feito a doação de mudas, sementes e também ferramentas para o projeto. A ideia é conseguir cobrir parte da horta, com lona plástica para canteiros com túnel baixo, evitando perdas com frio intenso e geada. Se alguém tiver interesse na doação de mudas de cebola, pode entrar em contato com a direção da Apae, pois a mesma deverá ser plantada nas próximas semanas.

LEIA MAIS NOTÍCIAS DE CENTRO SERRA

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e fácil de usar. Basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Ainda não é assinante Gazeta? Clique aqui e faça sua assinatura!

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.