Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Taça Farroupilha - Região Central

VÍDEO: Na quadra, Santa Cruz/Unisc é superado pela AAGF e fica com o vice

Foto: Rodrigo Assmann

Em uma final manchada por uma confusão na arquibancada, que causou o encerramento precoce da partida, a equipe do Santa Cruz Futsal/Unisc perdeu o título da Taça Farroupilha na noite desta quarta-feira, 22, ao ser derrotada por 3 a 0 pela Associação Agudense de Futsal (AAGF).

Tigrão, na primeira etapa, e Gabriel, duas vezes, no segundo tempo, construíram o placar para a equipe de Agudo.

O jogo ocorreu em Vera Cruz em virtude da reforma do piso do Ginásio Poliesportivo Arnão, em Santa Cruz do Sul.

A decisão foi tensa no Ginásio Municipal de Vera Cruz, dentro e fora da quadra. As torcidas das duas equipes se faziam presentes, e a festa estava bonita até o primeiro gol.

O técnico Cléber Pereira, do Santa Cruz Futsal, iniciou a partida com Alemão, Graxa, Thiago Leal, Max e Tatah.

Já a equipe de Agudo, treinada por Sandro Colvero, saiu jogando com Ceará, Givago, Pipoca, Gão e Gabriel.

A partida era dura dentro de quadra, muitas jogadas ríspidas e vários cartões amarelos foram mostrados pelo árbitro Marcel Chagas da Silva já no início do jogo. Aos oito minutos, o Santa Cruz saiu jogando errado em sua quadra defensiva, o jogador Tigrão, da AAGF interceptou o passe de frente pro gol e soltou a bomba para deixar a equipe de Agudo na frente.

Assim que iniciou a comemoração do gol, uma confusão iniciou atrás do gol do Santa Cruz, onde se localizava a torcida da AAGF. Torcedores discutiram com jogadores em quadra, e o mesmo começou a ocorrer do outro lado das arquibancadas, com torcedores do Santa Cruz discutindo com integrantes do time de Agudo no banco de reservas. O jogo foi paralisado por cerca de 20 minutos, com 11 minutos ainda a serem jogados. Foram poucas as chances de gol do Santa Cruz na primeira etapa. Quando conseguia furar a marcação adversária, o time parava em Ceará, goleiro da AAGF.

O Santa Cruz precisava vencer a partida, e acabou dando espaço para o contragolpe da equipe de Agudo na segunda etapa. E em duas escapadas rápidas, a AAGF matou a partida, em dois gols de Gabriel.

Faltando cerca de cinco minutos para o final da partida, os jogadores, Ceará, goleiro da AAGF, e Tatah, do Santa Cruz Futsal, começaram em quadra uma discussão que acabou inflamando a torcida. Uma confusão generalizada iniciou-se na arquibancada do Ginásio. Sem policiamento, coube aos jogadores e integrantes das diretorias dos clubes acalmar os ânimos na arquibancada. Ao final da confusão, a arbitragem expulsou os goleiros, Alemão, do Santa Cruz, e Ceará, do time da AAGF, e finalizou a partida, ainda com cinco minutos a serem jogados, segundo marcava o cronômetro. A arbitragem já havia alertado aos treinadores das equipes após a confusão do primeiro tempo, que iria encerrar o jogo em caso de novos conflitos no ginásio.

Mas mesmo comemorando dentro de quadra ao final da decisão, a equipe de Agudo não pode levantar o troféu de campeão. Sob protestos da diretoria da AAGF, a cerimônia de premiação não ocorreu em virtude do término antecipado da partida, e a final da Taça Farroupilha será decidida por vias jurídicas. Segundo o presidente da AAGF, Sandro Bertolini, em depoimento à Rádio Gazeta após a partida, a decisão no tribunal será apenas para chancelar o título da equipe de Agudo.

O Santa Cruz Futsal segue agora sua campanha na Série B do Gauchão de Futsal. No próximo sábado, 25, a equipe enfrente o Peñarol, em Guaíba.

VÍDEO: Confira imagens da confusão na arquibancada do Ginásio Municipal de Vera Cruz, no registro do fotógrafo Rodrigo Assmann:


“É uma vergonha a gente não jogar essa final em Santa Cruz”

Sem ginásio para a grande decisão, jogadores do Santa Cruz Futsal/Unisc lamentaram as condições que tiveram para se preparar para a final da Taça Farroupilha diante da AAGF. Com o Ginásio Poliesportivo Arno Frantz em obras no piso, o time santa-cruzense teve que alternar treinos na Uisc, no Ginásio da APAE e na Ginástica, em Santa Cruz. O goleiro Alemão, lamentou a falta de um espaço em Santa Cruz do Sul para abrigar a decisão da Taça Farroupilha, que foi deslocada para a cidade vizinha, no Ginásio Municipal de Vera Cruz.

“Algumas coisas tem que ser colocadas à mesa agora. Primeiro que viemos jogar numa cidade vizinha, isso é vergonhoso. A gente tem um Poliesportivo, e a gente não conseguir jogar na nossa casa uma final, é vergonhoso. A gente tem que começar a olhar para todos os esportes. Santa Cruz não é só o basquete. Eu sei que eles já foram campeões, mas Santa Cruz tem muito esporte, e o pessoal da prefeitura tem que valorizar. É complicado, a gente poderia ter feito um jogo totalmente diferente em Santa Cruz, mas é bola pra frente, agora é recuperar no Gauchão, e quem sabe chegar na final também.

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e fácil de usar. Basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Ainda não é assinante Gazeta? Clique aqui e faça sua assinatura!

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.