Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

ELIMINATÓRIAS DA COPA

Brasil goleia o Uruguai em Manaus

A Seleção Brasileira manteve sua invencibilidade nas Eliminatórias da Copa do Mundo. O Brasil goleou o Uruguai por 4 a 1 na noite desta quinta-feira, 14, jogando na Arena da Amazônia, em Manaus, pela 12ª rodada da competição.

Neymar e Raphinha marcaram na primeira etapa. Raphinha fez mais um no segundo tempo, e o atacante Luiz Suárez descontou para os uruguaios, mas Gabigol fechou a goleada na reta final.

O time do técnico Tite segue líder da competição, com 10 vitórias e um empate, alcança 31 pontos contra 25 da segunda colocada, a Argentina, e praticamente garantiu matematicamente a presença na Copa do Mundo do Catar no ano que vem, pois a quarta colocada é a Colômbia, com 16 pontos. O Brasil ainda tem sete jogos nas Eliminatórias, e com mais dois pontos, se garante entre os quatro melhores, que se classificam diretamente para o Mundial.

Neymar abriu o placar aos nove minutos. Ele recebeu na área de Fred, matou no peito, fintou o goleiro e chutou para o gol com dois defensores do Uruguai debaixo das traves, marcando o 1 a 0.

O segundo gol saiu aos 17 do primeiro tempo. Paquetá cruzou na área e Neymar definiu de perna direita. A bola desviou na defesa e foi em direção ao gol, e o goleiro Uruguaio, Muslera, fez grande defesa, mas a bola sobrou para Raphinha, que chegava em velocidade pelo lado direito da área para tocar para o fundo da rede e aumentar o placar para 2 a 0.

Na segunda etapa, Raphinha marcou seu segundo gol na partida após bela jogada do Brasil, que nasceu no campo de defesa. Fred lançou Neymar na esquerda em velocidade, e o meia do PSG deu um passe de primeira na frente, deixando Raphinha em boa condição na área. O chute foi forte e o Brasil fazia o terceiro gol, em uma grande apresentação em Manaus.

O Uruguai descontou em um gol de falta de Suárez, aos 32 minutos da etapa final. A cobrança passou pela barreira e foi no canto, vencendo o goleiro Ederson.

O quarto gol foi decidido no VAR. Gabigol, que entrou aos 15 do segundo tempo no lugar de Gabriel Jesus, recebeu um cruzamento perfeito de Neymar na pequena área e cabeceou pro gol. Muslera ainda tocou na bola, que morreu no fundo da rede. A arbitragem anulou o lance, mas após ouvir a orientação do árbitro de vídeo, o juiz argentino Fernando Rapallin validou o gol, e o placar final ficou em 4 a 1 para o Brasil.

A próxima partida do Brasil nas Eliminatórias é dia 11 de novembro, quinta-feira, contra a Colômbia, pela 13ª rodada. O jogo será na Neo Química Arena, o estádio do Corinthians, em São Paulo.

A classificação das Eliminatórias Sul-Americanas tem o Brasil na liderança, com 31 pontos. A Argentina é segunda colocada, com 25. Em terceiro aparece o Equador, com 17, e a Colômbia fecha a zona de classificação, na 4ª posição, com 16 pontos. O Uruguai está na zona da repescagem e é quinto, com 16 pontos, e perde na disputa com a Colômbia pelo saldo de gols. Na sequência vem Chile (6º), 13 Pts, Bolívia (7º), 12 Pts, Paraguai (8º), 12 Pts, Peru (9º), 11 Pts, e Venezuela (10º), 7 Pts.

Seleção Brasileira – próximos jogos nas Eliminatórias para a Copa 2022

11/11/2021 – Brasil x Colômbia
16/11/2021 – Argentina x Brasil
27/01/2022 – Equador x Brasil
1º/02/2022 – Brasil x Paraguai
24/03/2022 – Brasil x Chile
29/03/2022 – Bolívia x Brasil


FICHA TÉCNICA
ELIMINATÓRIAS DA COPA 2022 – AMÉRICA DO SUL
12ª RODADA
BRASIL 4X1 URUGUAI

Local: Arena da Amazônia, Manaus-AM
Árbitro: Fernando Rapallin (ARG)
Auxiliares:
Juan P. Bellati e Diego Bonfa (ARG)
Quarto árbitro:
Facundo Tello (ARG)
VAR:
Mauro Vigliano (ARG)
Cartões amarelos: Fabinho (Brasil); Cavani (Uruguai)
Gols:
Neymar, aos 9min/1ºT, Raphinha, aos 17min/1ºT e 12min/2ºT
Público: 12.528 pessoas
Renda: R$ 2.943,725,00

BRASIL
Ederson; Emerson, Lucas Veríssimo, Thiago Silva, Alex Sandro; Fabinho (Douglas Luiz), Fred (Edenílson), Lucas Paquetá (Antony), Raphinha (Everton Ribeiro), Gabriel Jesus (Gabigol) e Neymar;
Técnico: Tite

URUGUAI
Muslera; Nández (Cáceres), Coates, Godin e Viña (Piquerez); Valverde, Betancur (Gorriarán), Vecino (Facundo Torres), De La Cruz (Torreira), Suárez e Cavani;
Técnico: Oscar Tabárez

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.