Close sidebar

Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

14ª RT

Chama Crioula chega a Sobradinho

Foto: Nathana Redin/Gazeta da Serra

Cavalarianos desfilaram pelo centro de Sobradinho

Por volta das 9h30 desta sexta-feira, 10, a comitiva de cavalarianos da 14ª Região Tradicionalista chegou ao Centro de Sobradinho. A centelha da chama, conduzida pelo diretor de Cavalgada, Marco Alceu Andres, veio à frente dos tradicionalistas, que desfilaram até a Igreja Matriz Nossa Senhora dos Navegantes.

Posicionados em frente ao templo, os cavaleiros receberam a bênção do padre Matheus Venturini e prestaram homenagem ao padre gaudério, Jorge Hudson, tradicionalista e participante de cavalgadas, falecido neste ano por complicações da Covid-19. Após a bênção, cavalgaram em direção a Loja Maçônica Aôr e Harmonia, no bairro Vera Cruz, onde a chama permanecerá até o início dos Festejos Farroupilhas deste ano.

Se fizeram presentes o coordenador da 14ª Região Tradicionalista, Áureo Moraes Rodrigues, a “Anita” homenageada, senhora Devair Pereira de Carvalho, vice-prefeito de Sobradinho, Ivan Trevisan, que representou o prefeito, Armando Mayerhofer, cavaleiros das entidades tradicionalistas da região e representantes das entidades envolvidas. Segundo Andres, mesmo com a chuva ao longo da semana, a programação transcorreu dentro do previsto. “Muitas emoções. Sendo a cavalgada dentro da nossa região, muitos CTGs e Piquetes participaram, então foi muito bonito. Difícil de organizar, mas gratificante”, destacou.

Geração da Chama Crioula

Nem a forte chuva atrapalhou o percurso dos cavalarianos que se deslocaram ao longo desta semana com a Chama Crioula da 14ª Região Tradicionalista. A programação das entidades tradicionalistas do Centro Serra iniciou nesse sábado, 4, com o deslocamento até o distrito de Itapuca, no município de Anta Gorda, e culminou nesta sexta-feira, 10 de setembro, com a chegada dos tradicionalistas ao município de Sobradinho.

Conforme Marco Andres, a Missa Crioula e a geração da chama dentro da Gruta de Nossa Senhora de Lourdes, foram marcantes para as aproximadamente 300 pessoas que tiveram a oportunidade de participar da celebração. Mais de 150 cavalarianos, patrões, prendas e peões, autoridades e integrantes da 14ª RT, participaram da solenidade. “Foi muito emocionante. Uma missa crioula já é diferenciada, em um local como esse e em um momento especial, de retorno de geração da chama, fica melhor ainda. Esse ano foram várias emoções, por gerar a chama dentro da nossa região, em um templo que é esta gruta, então ficamos com mais energias positivas”, destacou Andres.

LEIA TAMBÉM: Uma Maria centenária

Ainda no domingo, foi realizado almoço no parque, em Itapuca. De lá se deslocaram até Putinga, onde pernoitaram, passando pelo Museu do Pão, em Ilópolis. Já na segunda-feira, 6, pela manhã, a comitiva saiu em direção a Fontoura Xavier. No feriado de 7 de Setembro, o deslocamento foi feito em direção a Barros Cassal. Na quarta-feira, 8, a comitiva partiu rumo ao Lagoão. Já na quinta-feira, 9, cavalgaram rumo ao município de Segredo. A programação da cavalgada de Geração da Chama Crioula encerrou nesta sexta, com almoço para cavaleiros e familiares no CTG Galpão da Estância, em Sobradinho, quando foram entregues os certificados de participação.

Integrantes da cavalgada receberam bênção em frente à Igreja Matriz

Mais informações na próxima edição do jornal Gazeta da Serra.

LEIA TAMBÉM: 14ª Região Tradicionalista realiza Geração da Chama Crioula

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.