Close sidebar

Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

FUTURISMO E INOVAÇÃO

Como antecipar mudanças

O pensamento orientado ao futuro é a competência mais relevante do século 21, segundo a Unesco. Viver o presente é legítimo, afinal é só o que temos de fato, mas viver o agora sem saber sequer para onde se vai seria como embarcar em um avião sem plano de voo, inaceitável para a maioria de nós. Precisamos refletir sobre as mudanças, para onde vamos e como o que decidimos e escolhemos hoje influenciará as próximas décadas.

O fato é que poucos se interessam pelo futuro, já que ele parece distante e não é nada previsível. Então, teorias de que não podemos tomar nada como certo e que não adianta pensar neste assunto são mais um engano tradicional com roupagem moderna.

Pessoas que pensam no futuro valem mais no mercado e, comprovadamente, constroem uma vida mais próspera. Empresas que pensam no longo prazo têm deixado legados mais relevantes e mostrado taxas de crescimento e lucro maiores do que aquelas que não o fazem, mostram nossos estudos e meus cases brasileiros de Foresight Estratégico. Podemos unir presente e futuro em um caminho fluido, complementar, sem deixar de honrar o passado que nos gerou ricas experiências e aprendizados únicos. Esse é o convite do texto de hoje. 

A história nos mostra que viver o dia a dia e incrementar o que já existe não é suficiente e nos coloca em alto risco de fracasso. Podemos observar mudanças evidentes a nossa volta todos os dias. Devemos refletir sobre como as mudanças impactam nossa vida, o trabalho, as finanças e os negócios daqui para frente.

Nas empresas que atendo com minha consultoria de futuro, é incrível perceber como o nível de prontidão para mudanças é baixo, a clareza sobre o que vem pela frente rasa, o que leva a decisões recorrentes para manter o que existe ou para prolongar a sobrevida dos negócios. Raros são os que realmente mapeiam sinais de mudança e se dispõem a criar possibilidades de futuros sem precisar extinguir o que existe no momento presente.

Quem está atento constantemente aos sinais usa a inteligência instintiva para fazer uma leitura mais ampla do progresso do mundo e é capaz de se antecipar, não apenas de reagir a tudo o que se apresenta constantemente. Fomos treinados para não arriscar e as mudanças nos atropelam. A mudança acontece o tempo todo, de forma circular, pendular, disruptiva ou constante e, a nós, cabe jogar o jogo de forma inteligente. Essas são as pessoas e as empresas que realmente lideram o futuro e ocupam um lugar especial de destaque no novo mundo. Estude o futuro, alfabetize-se. Não há nada mais importante a fazer neste momento do mundo para estar pronto para o século 21 com as infinitas nuances que ele oferece. Antecipe seu futuro.

LEIA MAIS COLUNAS DE JAQUELINE WEIGEL

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.