Close sidebar

Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

SAÚDE

Como evitar dores nas costas no home office

As queixas de dor nas costas aumentaram entre os brasileiros durante a pandemia da Covid-19. O problema não está relacionado à doença, mas aos hábitos adquiridos por parte da população durante o período de isolamento social. Longe dos escritórios, muitos profissionais precisaram adaptar o ambiente em casa para o home office e passaram a ficar mais tempo em frente ao computador sem, necessariamente, se atentarem à postura correta. 

Paralelo a isso, a prática de atividades físicas tornou-se mais difícil de ser mantida com o fechamento e as restrições de uso de academias de ginástica e quadras esportivas. A falta de exercícios regulares é responsável pela diminuição de massa muscular, o que pode provocar uma sobrecarga para a coluna e, consequentemente, a dor nas costas. 

Estudo realizado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em parceria com as universidades Estadual de Campinas (Unicamp) e Federal de Minas Gerais (UFMG) mostrou que 41% dos entrevistados passaram a apresentar dor nas costas durante a pandemia da Covid-19. Entre a parcela do público que já convivia com o problema de forma crônica antes desse momento, 54% relataram piora do quadro por conta da rotina criada no isolamento social. 

Atenção à postura 
A implantação do home office em caráter de urgência exigiu, para muitos, o improviso do espaço em casa para abrigar a rotina de trabalho. Por vezes, os móveis não são os mais adequados para assegurar uma posição correta ao longo do dia. De acordo com a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), a má postura está entre as principais causas da dor nas costas. 

Um assento desconfortável para a coluna, quando usado diariamente e por várias horas seguidas, pode ocasionar a coccidínea, uma inflamação na região do cóccix, parte inferior das costas. Já a altura incorreta entre o assento e a mesa pode levar à inclinação do corpo para a frente, o que é capaz de agravar a cifose. Se a tela do computador não estiver na altura dos olhos, podem ocorrer dores na região cervical. 

Corrigir a postura é uma forma não só de garantir o conforto durante a realização do trabalho remoto, mas também de evitar problemas mais graves. “As implicações da má postura para a saúde são inúmeras”, alerta o ortopedista da Rede D’Or São Luiz e especialista em cirurgia da coluna, Luís Eduardo Carelli. 

A dor nas costas pode irradiar para outras partes do corpo e, até mesmo, tornar-se crônica. Por isso, se a manifestação for aguda ou por um período prolongado, é recomendado buscar orientação médica. A realização de um exame de ressonância magnética de coluna lombar oferece imagem de alta qualidade que possibilita a identificação de lesões na região.

Orientações 
Para evitar as dores nas costas, é preciso tomar alguns cuidados durante o home office. O primeiro deles é ajustar o assento: as costas devem estar retas e apoiadas no encosto da cadeira. As pernas devem formar um ângulo de 90º. Para o maior conforto da lombar, é aconselhável o uso de almofadas de apoio. 

Ombros e pescoço devem ser mantidos relaxados, e os antebraços também precisam formar um ângulo de 90º. Para não haver a inclinação do pescoço, a tela do computador deve estar posicionada no campo de visão do usuário.

Outra orientação dos profissionais da área de saúde é evitar permanecer por muito tempo sentado. É importante fazer intervalos para alongar o corpo. Durante as pausas, é aconselhável realizar movimentos de extensão e de retificação cervical. Para isso, levanta-se o queixo olhando para cima e retorna, colocando-o próximo ao peito. 

O alongamento cervical também é uma alternativa. O movimento é feito flexionando o pescoço para as laterais. Em seguida pode ser realizada a rotação com a cabeça. Além dos cuidados com a postura, manter uma alimentação saudável, controlar o peso e realizar atividades físicas são maneiras de manter a saúde da coluna e evitar dores nas costas.

LEIA MAIS: Dor nas costas: um problema que tem solução

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.