Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Fique atento

Covid-19: teste negativo substitui comprovante de vacinação para entrada em eventos? Entenda

Foto: Rafaelly Machado

Quando necessário, teste deve ser antígeno com coleta de swab nasal

Com a mudança dos protocolos de enfrentamento à pandemia nessa segunda-feira, 18, no Rio Grande do Sul, novas dúvidas surgiram à mente dos gaúchos. As principais dizem respeito ao comprovante de vacinação – ou, como também é conhecido no Estado, o passaporte vacinal. Isso porque, além da comprovação de imunização, é citada no Decreto nº 56.120 (de 1º de outubro de 2021), a necessidade de testagem em algumas situações. Afinal, o teste negativo de Covid-19 substitui o comprovante de vacinação para entrada em eventos e estabelecimentos?

A resposta é taxativa: não, o teste não substitui a vacinação. Entretanto, o antígeno poderá ser exigido, além do comprovante de vacinação, a depender do tamanho de cada evento. A testagem do público é exigida em casos específicos de número de pessoas/público: em eventos infantis, sociais e de entretenimento em bufês, casas de festas, casas de shows, casas noturnas, restaurantes, bares e similares com público de 401 a 800 pessoas; e em cinemas, teatros, auditórios, circos, casas de espetáculo, casas de shows e similares quando houver público em pé limitado a até 800 pessoas em espaço específico e setor separado.

LEIA TAMBÉM: O que muda nos protocolos de enfrentamento à pandemia a partir desta segunda

Já a testagem deve ser exigida para trabalhadores ou colaboradores em casos específicos de número de pessoas/público: em eventos infantis, sociais e de entretenimento em buffets, casas de festas, casas de shows, casas noturnas, restaurantes, bares e similares com público de 401 a 800 pessoas; em feiras e exposições corporativas, convenções, congressos e similares com público acima de 2.501; e em cinema, teatros, auditórios, circos, casas de espetáculo, casas de shows e similares com público de 2.501 a 10.000 pessoas.

Nos casos em que a testagem é necessária, o comprovante negativo a ser apresentado deve ser o de um teste antígeno para Covid com coleta de swab nasal, que pode ser tanto com teste rápido de antígeno (várias marcas disponíveis e certificadas no mercado, incluindo farmácias) ou por exame para Covid-19 por RT-PCR (disponível em laboratórios e hospitais, por exemplo). O ideal é que o teste seja realizado o mais próximo possível da atividade ou evento em que seja obrigatório, no máximo nas 72 horas anteriores.

LEIA MAIS: Afinal, exigência de passaporte de vacina fere a liberdade individual?

Comprovante de vacinação

A comprovação poderá ocorrer por meio do Comprovante de Vacinação Oficial, expedido pela plataforma do Sistema Único de Saúde – aplicativo Conecte SUS, ou por outro meio comprobatório, como caderneta ou cartão de vacinação, emitido pelas secretarias Estadual e municipais de Saúde ou por outro órgão governamental, nacional ou estrangeiro, com registro da aplicação das vacinas Pfizer/Sinovac, Butantan/Coronavac, Astrazeneca/Fiocruz ou Janssen, conforme calendário estabelecido pela Secretaria Estadual da Saúde (SES).

LEIA TAMBÉM: Comprovante de vacinação passa a ser obrigatório a partir desta segunda-feira

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e muito fácil de usar. Se você já tem o aplicativo, basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Se ainda não usa o Telegram, saiba mais sobre o app aqui e veja como baixar.

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.