Close sidebar

Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

VERA CRUZ

CTG Candeeiro da Amizade abre Semana Farroupilha com tradicional costelão

Foto: Alencar da Rosa

O tradicional costelão do CTG Candeeiro da Amizade, de Vera Cruz, foi realizado nesse domingo, 12

O tradicional costelão do CTG Candeeiro da Amizade, de Vera Cruz, foi realizado nesse domingo, 12. Cumprindo os protocolos impostos pela pandemia de Covid-19, o evento deu abertura à Semana Farroupilha no local. O público que pôde acompanhar o festejo foi limitado a 150 pessoas.

O patrão do CTG, Paulo Mans, explica que o almoço é um dos eventos que fazem parte da Semana Farroupilha na cidade. “Já fomos em algumas escolas, teve palestra, e para iniciar os festejos estamos fazendo o costelão. Oficialmente, a Semana Farroupilha do município de Vera Cruz começa nesta segunda-feira, quando a chama será acesa na frente da Prefeitura”.

LEIA MAIS: Semana Farroupilha de Rio Pardo inicia neste sábado

Para realizar o evento, o CTG Candeeiro da Amizade precisou se adaptar. “São 150 pessoas que estamos aptos para receber, claro que algumas compram e levam, mas teve toda uma reestruturação. Tivemos que colocar cartazes com orientações, adequar o salão, comprar álcool gel, providenciar todo material para podermos realizar o evento e principalmente conscientizar o pessoal para eles virem com o intuito de que, se vão consumir, não podem ficar em pé sem máscara”, relata Mans.

Como fazer um bom costelão?

Há cerca de três décadas, Romarildo Carvalho, de 54 anos, é responsável por fazer o tradicional costelão. Ele diz que não tem muitos segredos. “Precisa ser uma aba boa de costela, lenha boa para o fogo, uma costela mais grossa e o tempero que a gente usa é a salmoura.” São aproximadamente cinco horas em que a carne precisa estar no fogo. “Tem que assar devagar, não dá para apertar, tem o tempo dela ir cozinhando, tem que cuidar o fogo para não deixar nem muito fraco, nem muito forte”, explica. A forma de fazer churrasco é antiga. “O gaúcho saía para o campo, levava a costela e fazia o assado no meio do campo, nas tropeadas, e foi passando, foi ficando. Eu aprendi por conta, mas a gente vai pegando dicas com os mais velhos”. 

Romarildo Carvalho é assador de costelão há mais de 30 anos | Foto: Alencar da Rosa

Homenagem às mulheres

O ano de 2021 marca os dois séculos de nascimento de Anita Garibaldi, mulher que lutou na Revolução Farroupilha ao lado de nomes importantes da guerra, como o companheiro Giuseppe Garibaldi. Para celebrar a data, o CTG entregou troféus para homenagear as mulheres ou “Anitas” que se dedicam ao tradicionalismo em Vera Cruz. “São 12 homenageadas e que se dedicam ao tradicionalismo na cidade. Também destacamos uma mulher de cada departamento pelo trabalho feito. São pessoas que já estão há anos ajudando, mas também mulheres que podem vir a contribuir. É importante ressaltar o trabalho delas junto ao tradicionalismo”, salienta o patrão Paulo Mans.

LEIA MAIS: Concurso sobre a Semana Farroupilha vai premiar poemas e desenhos de estudantes

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.