Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

seu bolso

Cuidados com o ar-condicionado podem evitar o desperdício de energia elétrica

Foto: Alencar da Rosa

Norma técnica recomenda que a temperatura seja ajustada entre 22,5 e 26 graus. Abaixo disso, gera consumo excessivo de energia

Em um período de calor intenso como o atual, é inevitável manter o ar-condicionado ligado praticamente o dia todo. Porém, o conforto da climatização no ambiente pode doer no bolso com a chegada da conta de luz. O acréscimo pode chegar a 20%. Alguns cuidados, porém, reduzem o impacto no consumo durante os meses do verão.

De acordo com o professor do curso de Refrigeração do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-Rio-Grandense (IFSul) Venâncio Aires, Guilherme Alfredo Genehr, a primeira dica é buscar referência dos profissionais no momento da instalação. “O técnico deve considerar a melhor posição da unidade externa, a carga adequada de fluido refrigerante, o dimensionamento do sistema elétrico, as especificações dos equipamentos e o isolamento das tubulações do sistema”, ressalta.

LEIA MAIS: Economia de energia: veja dicas para poupar durante o verão

Na hora da compra, é importante observar se o aparelho é de nível A nos critérios de classificação do selo Procel do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) para consumo de energia. Os equipamentos com o sistema de operação “inverter” possuem tecnologia mais avançada e contribuem para a redução do consumo.

Uma questão importante levantada por Genehr é a temperatura ideal para os ambientes. Segundo ele, o recomendado pela NBR 16.401/2008 fica entre 22,5 e 26 graus. O professor explica que o equipamento dificilmente conseguirá atingir números menores – o que resulta em um consumo excessivo de energia elétrica quando é programado para tal. Segundo a NR17, do Ministério do Trabalho, a temperatura do ambiente onde são executadas atividades intelectuais, como laboratórios, escritórios e salas de desenvolvimento e projetos, deve ficar entre 20 e 23 graus.

LEIA MAIS: Economia de energia: 20 mitos e verdades sobre a utilização de equipamentos elétricos

Um auxílio para escolher o ar-condicionado mais adequado é o ranking do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), com a seleção dos dez melhores aparelhos de 9 mil BTUs e 12 mil BTUs oferecidos no mercado. A instalação de um ventilador acoplado ao sistema de ar-condicionado garante a inserção de ar novo nos cômodos refrigerados. Além disso, é fundamental lembrar de fechar bem as portas e janelas nos ambientes. E as cortinas também ajudam a proporcionar sensação de conforto térmico.

Limpeza periódica é importante

O filtro dos climatizadores serve para remover impurezas, poluentes e agentes biológicos, como bactérias, vírus e bolor que possam estar contidos no ar. O filtro deve ser mantido limpo periodicamente para garantir o conforto térmico, evitar o consumo excessivo de eletricidade e ainda preservar a saúde das pessoas. É importante sempre verificar no manual do aparelho como fazer a limpeza e com que frequência. “Isso pode variar entre os fabricantes e ainda de acordo com o nível de poluentes. Alguns equipamentos possuem indicação da necessidade de limpeza”, ressalta Genehr.

Um profissional qualificado vai avaliar o ambiente em relação às fontes de calor e dimensões para indicar o aparelho adequado conforme a capacidade de refrigeração, inclusive quanto ao posicionamento do ar-condicionado. A tecnologia “inverter” é uma aliada na economia. Enquanto, no sistema convencional, o equipamento desliga ao atingir a temperatura definida e liga quando o ambiente estiver aquecido novamente, no sistema “inverter”, o controle eletrônico regula o fluxo de energia e varia a velocidade do compressor.

Pesa no bolso

Considerando um aparelho de 12 mil BTUs, com potência de 1.450 watts, ligado oito horas por dia, o consumo chega a 348 kilowatts-hora por mês. Com isso, o valor aproximado é de R$ 320,00 mensalmente.

LEIA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO PORTAL GAZ

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e muito fácil de usar. Se você já tem o aplicativo, basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Se ainda não usa o Telegram, saiba mais sobre o app aqui e veja como baixar.

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.