Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

FIQUE ATENTO

Cuidados contra a Covid-19 devem continuar nos parques e nas praças

Foto: Inor Assmann

Parque da Gruta vem registrando movimentação intensa. Além dos cuidados sanitários, é preciso atenção aos animais no local

Com o avanço da vacinação e a desaceleração da pandemia nos últimos meses, uma série de atividades que estavam total ou parcialmente proibidas foi liberada gradualmente, alterando também o comportamento da população frente à Covid-19. Nos fins de semana e feriados com dias ensolarados, a movimentação de pessoas nas praças e parques do município vem chamando a atenção. Apesar do acesso e da permanência nesses locais estarem permitidos, ainda há protocolos vigentes, e seu descumprimento pode resultar em multa.

De acordo com o Sistema 3As, modelo utilizado pelo governo do Estado para regulamentar atividades e monitorar os indicadores da pandemia, na esfera dos protocolos gerais obrigatórios estão o uso correto da máscara e o distanciamento mínimo de um metro entre as pessoas. Além disso, devem ser fixados cartazes onde conste a lotação máxima permitida e que também alertem para o cumprimento das regras, além da disponibilização de álcool gel com fácil acesso.

LEIA TAMBÉM: Santa Cruz começa a vacinar adolescentes de 16 anos nesta quinta-feira

Já no âmbito municipal o decreto mais recente, do dia 17 de setembro, segue caracterizando aglomeração o agrupamento de sete ou mais pessoas em vias públicas, praças, parques e assemelhados. Mesmo que o contingente não seja considerado aglomeração, o uso da máscara é obrigatório da mesma forma. O descumprimento dessas regras é considerado infração de natureza média e pode ser punido com advertência ou multa de até duas Unidades Padrão Municipal (UPM). O valor da UPM em 2021 é de R$ 339,09.

Reaberto desde maio para visitação e prática de atividades físicas, o Parque da Gruta é um desses locais que registra grande fluxo de pessoas, especialmente nos fins de semana. Assim, muitas pessoas contatam a redação da Gazeta do Sul para questionar acerca dos protocolos. Vale ressaltar que as aglomerações seguem proibidas no local, bem como a utilização das churrasqueiras e mesas. Tratando-se de um espaço público, a fiscalização cabe à Guarda Municipal. O órgão recebe denúncias pelo telefone 153 e também pelo 99505 3516 (WhatsApp).

LEIA TAMBÉM: Cai a procura por máscaras e álcool gel em Santa Cruz

Não alimente os macacos

Além do fluxo de pessoas, tem sido percebida no Parque da Gruta uma grande quantidade de macacos-prego, comuns no local. Mesmo com as diversas placas existentes no parque, muitas pessoas insistem em alimentá-los, prática proibida e que é prejudicial à saúde dos animais e à natureza. Quando são alimentados por humanos os macacos ficam acomodados e desistem de procurar alimento em outros locais, deixando de cumprir uma importante função e contribuindo para o desequilíbrio do ecossistema.

LEIA TAMBÉM: Macaco com lata presa na mão é visto em propriedade

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.