Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

APREENSÃO

Draco apreende veículo utilizado em furto no Centro

Foto: Cristiano Silva

O recente aumento no número de furtos de veículos em Santa Cruz do Sul é monitorado de perto pela Polícia Civil. Em operação realizada na manhã desta quinta-feira, 16, um Volkswagen Fox vermelho, com placas do município, foi apreendido pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco).

O mandado de busca e apreensão, expedido pelo Poder Judiciário, foi cumprido por volta das 7h30 em uma residência da Travessa Santa Tereza, na chamada Vila Cíntia, Bairro Bom Jesus. Os investigadores descobriram, por meio de câmeras de vigilância, que o veículo havia sido utilizado para cometer o furto de um Volkswagen Gol prata, modelo 1996, por volta das 17h30 do dia 29 de agosto, na Rua Professor Ivo Rathke, junto à esquina com a Rua Venâncio Aires, no Centro.

LEIA TAMBÉM: Homem é preso com veículo furtado pela segunda vez na semana

Conforme os agentes, já durante a investigação, descobriu-se que o automóvel utilizado para cometer o crime estava vinculado ao homem de 32 anos, que é conhecido no meio policial por possuir vasta ficha de antecedentes por crimes de furto de veículo. Segundo os agentes, em outra operação, um Chevrolet Astra já havia sido apreendido com o mesmo indivíduo, por ser utilizado em delitos.

Conforme os investigadores, a ação é uma repressão imediata para frear a incidência recente de crimes de furto de veículo. Aos policiais civis, nesta quinta-feira, o dono do carro negou que tenha cometido o crime. Ele foi intimado a prestar depoimento na delegacia. Seu nome não foi revelado pelas autoridades policiais.

LEIA TAMBÉM: Brigada Militar de Venâncio Aires recupera veículo furtado

Polícia orienta a não pagar o resgate

Nas imagens obtidas do caso envolvendo o furto no último dia 29, é possível identificar que o Fox se aproxima do Gol e o caroneiro desce do automóvel, com o motorista simulando que irá estacionar. Após isso, o criminoso encosta junto à porta do veículo prata e, com uma chave micha, realiza o furto. O modus operandi dos bandidos que cometem este tipo de crime é, após efetivá-lo, entrar em contato com as vítimas pedindo o valor de resgate.

No entanto, na maioria dos casos, os veículos furtados são abandonados em pontos na cidade e, após a vítima pagar o valor, os criminosos indicam onde deixaram. No caso do Gol, houve tentativa de extorsão, mas a vítima acabou não pagando o resgate e o automóvel foi encontrado dois dias depois, abandonado na Rua São Jorge, Bairro Universitário. A orientação da polícia é para que não seja pago o resgate e, quando receber a ligação de pessoas pedindo valores, deve-se procurar os órgãos de segurança imediatamente.

LEIA TAMBÉM: Carro furtado nesse domingo é encontrado abandonado

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.