Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

MARCOS RIVELINO

Dramático e cruel

Foi quase desumana a perda do título pelo Internacional. No jogo contra o Sport, sobraram falhas individuais; na decisão contra o Corinthians, um erro inadmissível da arbitragem e um gol bem anulado nos acréscimos tiraram o grito de campeão dos colorados. Como já era esperado, o Corinthians, pela rivalidade com o Inter, e provavelmente com uma motivação financeira, seria um adversário difícil de ser batido. E assim o foi, mas era imperioso ao time gaúcho superar qualquer dificuldade a qualquer custo. A surpreendente derrota do Flamengo no Morumbi não foi suficiente, porque o Inter não fez o dever de casa.

Mais do mesmo
O Grêmio voltou a ser um time previsível, sem soluções ofensivas, lento e falho defensivamente, daí a derrota para o Palmeiras. Tem sido assim nesta temporada que terminará no domingo, em São Paulo. Se dentro de campo o time não empolga, fora dele, o técnico Renato Portaluppi, a cada entrevista concedida, dá sinais de desânimo e incapacidade de enxergar e corrigir os problemas do time. Mesmo assim, o Grêmio ainda respira e vai vivo a São Paulo, onde já reverteu essa situação. É o que restou aos torcedores acreditarem.

Galo x Coelho
Santa Cruz x Joinville será o confronto que veremos nos Plátanos, válido pela Copa do Brasil. Será um jogo histórico para o Galo, com perspectiva de passar de fase. Provavelmente, terá como adversário o Atlético-GO. O Joinville é considerado um dos cinco grandes de Santa Catarina e treinado pelo experiente Vinícius Eutrópio. Agora é se preparar ao máximo para fazer um confronto equilibrado. Sorte ao Galo Carijó. Bom resto de semana a todos.

LEIA OUTRAS COLUNAS DE MARCOS RIVELINO

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.