Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

INVESTIGAÇÃO

Em ofensiva contra assaltos em Cerro Alegre Baixo, Draco apreende toucas ninjas e drogas

Foto: Cristiano Silva

A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas (Draco) avançou na investigação que busca elucidar dois crimes graves ocorridos em Santa Cruz do Sul recentemente. Famílias de Cerro Alegre Baixo viveram momentos de terror ao serem dominadas por quadrilhas armadas em delitos registrados nos dias 15 de dezembro e 9 de janeiro.

Na manhã desta quinta-feira, 13, os agentes da Draco cumpriram um mandado de busca e apreensão, expedido pelo Poder Judiciário, na residência de um homem que é investigado por ter participado dos crimes. O imóvel fica na Rua Professor Léo Winterle, Bairro Santa Vitória. No local, os investigadores apreenderam três tijolos de maconha, que totalizaram 1,987 quilo; duas toucas ninja, um coldre, duas balanças de precisão e uma fita, possivelmente usada para embalagem de entorpecentes. Um celular que estava na casa também foi apreendido e será periciado após quebra do sigilo telefônico.

LEIA TAMBÉM: Em investigação de estelionato, Polícia Civil apreende drogas com casal

“Foi uma diligência relacionada a esses roubos. Estamos focados nessas investigações, pois são fatos graves que aconteceram recentemente, em que foram levados valores e veículos de famílias. E durante esse mandado de busca, tivemos êxito em encontrar esses materiais, que estavam escondidos em uma mochila, dentro de um armário, embaixo da pia da cozinha”, explicou o delegado Marcelo Chiara Teixeira, que chefia a investigação.

Possibilidade de vinculação dos crimes

Não havia ninguém no local no momento do cumprimento do mandado de busca, nesta quinta-feira. A suspeita da Polícia Civil é de que o homem que mora na residência estaria envolvido nos crimes ocorridos em Cerro Alegre Baixo. “As investigações prosseguem. Temos suspeitos, estamos realizando diligências e buscando as provas para responsabilizar quem realmente praticou esses delitos”, pontuou o delegado Marcelo Chiara Teixeira.

Devido à semelhança dos dois crimes, que vão desde o modo de agir dos criminosos, passando pela localidade escolhida e outros detalhes que os investigadores mantém em sigilo, a Draco acredita que ambos os delitos possam estar relacionados. “Existe essa suspeita, de que haja vinculação, mas é algo que só poderemos confirmar ao final das investigações”, salientou Chiara. “Vamos dar prosseguimento às investigações e estamos focados em solucionar esses roubos”, finalizou o responsável pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas.

Além dos roubos em Cerro Alegre Baixo, outros dois assaltos a estabelecimentos comerciais, ocorridos recentemente, sendo um em Alto Boa Vista no dia 26 de novembro, e outro em Monte Alverne no dia 1º de dezembro, também estão sendo investigados pela Draco. Os agentes da especializada tratam a resolução dos roubos, seguido de lesões com subtração de veículo, como uma questão de honra. O objetivo também é cessar o pavor criado pelas quadrilhas nas localidade do interior.

LEIA TAMBÉM: Bandidos armados assaltam salão de baile em Monte Alverne

Relembre os casos em Cerro Alegre Baixo

O primeiro assalto foi registrado no dia 15 de dezembro de 2021. Cinco bandidos armados invadiram uma residência pela porta do fundos e renderam uma mulher, colocando uma arma na cabeça dela. O fato aconteceu por volta das 23 horas, quando o marido dela, que é mecânico de motocicletas, chegava de carro no portão frontal da propriedade, que fica próximo a um posto de gasolina.

LEIA MAIS: Quadrilha assalta família e rouba R$ 15 mil, arma, veículo e eletrônicos

Os criminosos também renderam ele e um cliente motoboy, que chegou ao local para retirar a motocicleta, que havia sido consertada pelo mecânico. Os três foram amarrados em um dos quartos da casa. Foram roubados R$ 15 mil; um veículo Honda Civic prata; uma pistola calibre 9 milímetros, modelo G2C, da marca Taurus; dois celulares modelo iPhone 11; e uma televisão de 32 polegadas.

Já o segundo crime foi cometido no último domingo, 9 de janeiro. Um casal foi rendido por quatro homens armados, que chegaram ao local por volta de 22h30, em duas motocicletas. Eles chamaram pelo dono da casa, de 69 anos, como se fossem pedir uma informação. Quando o morador apareceu na porta, esta foi arrombada e o homem levou uma coronhada na cabeça, caindo ao chão e sofrendo ferimentos no braço direito.

A esposa da vítima, de 61 anos, percebeu a ação e fugiu pela porta dos fundos para pedir por socorro. Um bar funciona junto à residência do casal. Os assaltantes roubaram um telefone celular, uma televisão, R$ 800,00 em dinheiro, R$ 4 mil em cigarros e alimentos. Levaram ainda o Volkswagen Gol cinza da família. A quadrilha fugiu nesse veículo e em uma das motocicletas. A outra, que havia sido furtada, foi abandonada no local.

LEIA MAIS: Carro é roubado em Cerro Alegre Baixo e abandonado nas proximidades do autódromo

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e muito fácil de usar. Se você já tem o aplicativo, basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Se ainda não usa o Telegram, saiba mais sobre o app aqui e veja como baixar.

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.