Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

MARCOS RIVELINO

Faltou o gol

Dá pra entender assim o empate do Galo na última quarta-feira, 17. Principalmente pelo primeiro tempo, pelo bom futebol apresentado, bem superior ao adversário, vice-líder do Campeonato Catarinense, que disputará a Série D do Brasileirão. Agora é focar na Série B do Gaúcho, a antiga Terceirona, e buscar o principal objetivo, que é o retorno à Divisão de Acesso no ano que vem.

Discurso x prática
Não acho saudável que a direção de um clube de futebol, pressionado para se manter competitivo e conquistar títulos, deixe escapar possíveis contratações de jogadores que não se enquadram na realidade financeira do clube. O Grêmio tem poder de investimento, mas não pode extrapolar sua folha salarial. E a chance de decepcionar seu torcedor e diminuir a confiança deste pode respingar na presidência, no comando técnico e no vestiário. Rafinha, Douglas Costa e Rafael Carioca estão nesse contexto.

Na pandemia
A CBF, órgão máximo no futebol brasileiro, se mantém firme com o seu calendário para 2021. Acho que a Copa do Brasil, excepcionalmente nesta edição, deveria ser regionalizada de fase a fase, evitando grandes deslocamentos que obriguem os clubes a atravessar o País. 

Ausência
Alguns estaduais estão paralisados provisoriamente pelos governadores, situação que irá influenciar no calendário das competições da CBF e Conmebol. O verão está terminando neste fim de semana, mas a ausência do poder público e a falta de consciência da população terão reflexos no outono inteiro, infelizmente. Bom final de semana a todos!

LEIA OUTRAS COLUNAS DE MARCOS RIVELINO

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.