Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

SOLIDARIEDADE

Família doa uma tonelada de ração para animais

Foto: Alencar da Rosa

Abrigo São Francisco de Assis recebeu 510 quilos de ração para alimentar os animais

Em tempos de pandemia e isolamento social, a solidariedade ganha força e mostra seu potencial para fazer a diferença na sociedade. Na manhã de sábado, uma família santa-cruzense demonstrou seu amor pelos animais fazendo a entrega de 34 sacos de ração, totalizando 510 quilos, ao Abrigo São Francisco de Assis (Asfa), localizado em Cerro Alegre Alto, interior de Santa Cruz do Sul.

Esse montante é parte de um total de pouco mais de uma tonelada, em 67 sacos, adquirido por Vanderlei Marcos Schuh e Andreia Toillier Schuh, do Táxi Belvedere, Country, Nova Santa Cruz e João Alves; e o filho deles, Henry Marcos Schuh, da Lumo Energia Solar, em ação para contemplar os animais – os outros 495 quilos, em 33 sacos, serão entregues para ONGs de proteção animal.

LEIA MAIS: Abrigo São Francisco de Assis anuncia que encerrará atividades

Segundo Andreia, a ação ainda é alusiva à Páscoa, mas tem como pano de fundo uma promessa feita pela família. “Um bicho recompensa mais um carinho do que as pessoas, às vezes. Ganhamos uma causa trabalhista e prometemos que, quando tivéssemos esse retorno positivo, optaríamos por ajudar a causa animal com essa doação ao abrigo e às ONGs, que passam dificuldades”, salientou a mulher de 43 anos.

A responsável pelo abrigo, Fátima Garcia, se emocionou com a demonstração de solidariedade da família Schuh. “Não tenho nem palavras. É muito bom, maravilhoso. Estávamos precisando muito, por isso só tenho a agradecer a eles”, disse a mulher, que atua há 20 anos como voluntária na entidade. Para o local, a família ainda doou uma casinha de cachorro. Outra que está sendo fabricada também será entregue ao Asfa. “É uma recompensa ver eles felizes. Já receberam a gente faceiros”, comentou Henry, de 26 anos. A família já resgatou animais da rua e também adotou duas cadelas, a Nica e a Preta.

LEIA MAIS: Abrigo São Francisco de Assis busca alternativas para manter estrutura

“Vou seguir o trabalho por esses animais”
Atualmente, o Abrigo São Francisco de Assis cuida de 240 cães e sobrevive apenas de doações. “Vamos continuar ajudando e queríamos que mais gente ajudasse. As pessoas de fora não têm noção da dificuldade que a Fátima passa. O trabalho que ela tem por amor aos animais. Nós temos quatro cães, sendo que dois resgatamos das ruas. Sabemos a responsabilidade que é, aí imagina 240, como é o que a Fátima cuida, tendo que alimentar, cuidar deles, limpar tudo”, complementou o taxista Vanderlei, de 46 anos.

Embora tenha dito em outubro de 2020 que iria encerrar as atividades do Asfa, Fátima revelou à reportagem que dará seguimento às ações no local. “Vou seguir o trabalho por esses animais, não quero que tudo seja em vão. Mas precisamos de apoio da Prefeitura”, frisou ela.

LEIA TAMBÉM: Na pandemia, adoções de animais cresceram, mas abandonos também

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.