Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

JF VIGHI

Favorável

Mesmo antes do início do Gre-Nal, a rodada já era muito favorável. A derrota do Atlético-MG para o Vasco e o empate do São Paulo com o Coritiba deixavam a oportunidade para o Internacional aumentar a liderança e ao Grêmio, a chance de colar no G-4. A derrota do Flamengo para o Atlético-PR foi bastante comemorada pelos colorados.

O jogo
O primeiro tempo foi bem jogado, com a predominância colorada e duas boas chances de gol por meio de Yuri Alberto. Mesmo assim, o equilíbrio comprovou o placar em branco. O Internacional começou o segundo tempo em busca do gol, mas aos poucos o Grêmio novamente equilibrou. Mais uma vez, as trocas do Renato, com a entrada de Maicon e Ferreira, deram estabilidade para o Tricolor assumir o jogo. A saída de Peglow e a entrada de Abel Hernández mudaram o Inter, que virou no pênalti do zagueiro Kannemann. No final, foi um Gre-Nal de paz dentro do campo.

Na ponta
A consequência dos três pontos colorados dão uma situação privilegiada na tabela. Sem falar em estatísticas, a campanha comprova a excelente fase. Mesmo assim, ainda faltam seis rodadas para o fim do Brasileirão e tudo pode acontecer. O Inter depende só de si, mas a tabela ainda reserva duelos contra Flamengo e Corinthians.

Pênaltis
O Renato exagerou nas suas declarações após o jogo. Quem não ouviu precisa ouvir. A reclamação maior é em cima de dois lances: um pênalti de Nonato em cima de Ferreirinha e o que resultou no gol da vitória. Na minha opinião, o primeiro é discutível, mas o segundo foi.

LEIA OUTRAS COLUNAS DE J F VIGHI

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.