Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Terceira edição

Festival Santa Cruz de Cinema destaca a produção nacional

Foto: Alencar da Rosa

Nesta segunda-feira, 7, começa a terceira edição do Festival Santa Cruz de Cinema, evento anual que destaca e premia a produção gaúcha e nacional de cinema. Com 18 filmes selecionados para a Mostra Competitiva, foram 603 curtas-metragens inscritos, vindos de 23 Estados. A realização é de Sistema Fecomércio Sesc/RS – Unidade Santa Cruz do Sul, Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) – Cursos de Comunicação Social e Pé de Coelho Filmes. O festival conta com patrocínio de JTI e Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo e apoio da Proeza e da Gazeta Grupo de Comunicações.

Neste ano, em função da pandemia e das medidas de distanciamento social, a edição será realizada online. Os filmes selecionados estarão disponíveis no site http://festivalsantacruzdecinema.com.br/filmes/ entre os dias 7 e 11 de dezembro e serão avaliados por júri técnico que premia os curtas nas categorias.

LEIA MAIS: Veja por que assistir aos 18 finalistas do 3º Festival Santa Cruz de Cinema

Conforme a gerente do Sesc em Santa Cruz, Roberta Corrêa Pereira, a comissão organizadora se reuniu diversas vezes até decidir como proceder em função da pandemia. “Para nós, o mais importante foi manter o festival, mesmo em um ano tão complicado, inclusive com um incremento na curadoria, com participação de pessoas de todas as regiões do País. Outra mudança, já que não faríamos eventos presenciais e nem teríamos a vinda de realizadores dos filmes da Mostra Competitiva, foi direcionar parte dos recursos financeiros para premiação em dinheiro nas 13 categorias”, relata.

Professor da Unisc e um dos organizadores do evento, Rudinei Kopp afirma que o setor audiovisual, assim como as demais áreas ligadas à arte, teve um ano financeiramente ruim, por isso a importância das premiações. “Já sabemos que no ano que vem teremos o 4º Festival, e isso é resultado de um trabalho muito sério. Já tivemos manifestações de apoiadores fundamentais para 2021, como a Prefeitura de Santa Cruz do Sul. Alguns festivais dependem exclusivamente de recursos via leis de incentivo. Temos trabalhado, desde o início, com vários cenários e orçamentos. Por isso, nossa dependência acaba sendo menor.”

LEIA MAIS: ENTREVISTA: Léa Garcia é a homenageada do 3º Festival Santa Cruz de Cinema

Diego Tafarel, sócio da Pé de Coelho Filmes, acredita que manter o festival é uma forma de fomentar o cinema brasileiro nesse momento tão difícil. “O Festival Santa Cruz de Cinema vem se consolidando no Brasil e, apesar de acreditarmos muito nos encontros pessoais e na celebração da arte, consideramos que era essencial manter a edição, mesmo que não seja no formato tradicional”, frisa. Para ele, a cultura será uma das melhores alternativas para superar a crise.

Durante a semana, o público poderá acompanhar debates sobre os filmes pela internet, todos os dias, a partir das 20 horas. A cerimônia de premiação acontece no dia 11, a partir das 19 horas, sem presença de público. A transmissão dos debates e da premiação será pelas páginas do Festival Santa Cruz de Cinema e do Portal Gaz no Facebook. Na sexta, 11, serão anunciados os vencedores das categorias Melhor Filme, Melhor Filme pelo Júri Popular, Melhor Filme Gaúcho, Ator, Atriz, Direção, Direção de Fotografia, Direção de Arte, Roteiro, Montagem, Trilha Sonora e Desenho de Som. Além de prêmios em dinheiro, os ganhadores recebem o Troféu Tipuana.

LEIA TAMBÉM: Documentário santa-cruzense vai ao Festival de Cinema de Gramado

Na segunda edição, em 2019, o curta-metragem pernambucano “Nova Iorque”, de Léo Tabosa, foi o Melhor Filme. Os homenageados foram o diretor Jorge Furtado e o ator Leandro Firmino, que recebeu o Prêmio Tuio Becker. A homenageada em 2020 é a atriz carioca Léa Garcia – para conferir entrevista exclusiva com a artista, clique aqui.

Os parceiros

“A Gazeta sempre se preocupou em dar visibilidade especial para ações e projetos culturais, e não seria diferente com o Festival Santa Cruz de Cinema. Em sua terceira edição, o evento já se firmou na agenda estadual e atrai olhares do País todo. E novamente disponibilizaremos todas as plataformas da Gazeta para tornar o acesso à cultura cada vez mais democrático e para corroborar o objetivo primeiro do festival, que é formar plateias e convocar à reflexão.”
Romar Rudolfo Beling, gestor de Conteúdo Multimídia da Gazeta Grupo de Comunicações

“Valorizar a cultura de forma geral está muito alinhado aos objetivos da empresa, de apoio à comunidade. Neste caso, um evento relevante como o festival está totalmente dentro deste escopo. Para nós, é motivo de muita honra fazer parte deste evento desde o início e continuar a apoiar a nossa cidade e o Festival Santa Cruz de Cinema.”
Flávio Goulart, diretor de Assuntos Corporativos e Comunicação da JTI

É por meio da arte que nos questionamos, temos momentos de introspecção e até de leveza. A cultura é uma das responsáveis pela nossa saúde emocional e bem-estar, e a Unimed VTRP não poderia ficar fora de uma iniciativa com esse objetivo. É por isso que apoiamos o Festival Santa Cruz de Cinema e os talentos regionais e nacionais que dele participam.”
Fabíola Borchardt Weinberger, gerente de Marketing e Relacionamento da Unimed VTRP

LEIA MAIS: Assista à cerimônia de premiação do 2º Festival Santa Cruz de Cinema

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.