Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

FUTURISMO & INOVAÇÃO

Humanismo fracassado

Continuar colocando o homem no centro do debate pode não ser a melhor receita de futuro, nos levou a este cenário caótico e insustentável. Defendo futuros humanos, mas sei que, se os desejos do homem prevalecerem, podemos perpetuar todos os descasos que legitimamos até agora.

O Neo Humanismo, filosofia do indiano P.R. Sarkar, defende o equilíbrio entre as espécies e a natureza, e o respeito a todas as formas de vida. Nosso desejo de progredir a qualquer custo fez com que invadíssemos espaços sagrados para instalar nossas cidades, indústrias e demais sistemas capitalistas. Construímos nossos castelos de areia, agora em total ruína.

Até quando continuaremos acreditando que temos permissão de jogar lixo na rua, bitucas de cigarro no chão, dejetos pela janela e gás tóxico na atmosfera? O que nos fez achar que o mundo nos dá licença para arrancarmos flores, derrubarmos árvores, interferir no curso dos rios e dos mares, perfurar a terra e extrair dela todo tipo de metal causando um total desequilíbrio em nosso ecossistema ambiental? A natureza é sagrada e inviolável, assim como a vida.

Nossa arrogância nos fez pensar que os recursos são infinitos e que, em nome da nossa liberdade, podemos tudo. Gaia está em revolta, cobrando o preço.

A existência exige respeito e o convívio entre as espécies exige consciência.

Decidi listar algumas atitudes que podem garantir algum futuro para a nossa e para as próximas gerações: carregue seu lixo e o descarte no local correto, separando metal, vidro, reciclável e orgânico. Lave o lixo reciclável. Se você ainda tem o péssimo hábito de fumar, jamais jogue bitucas de cigarro no chão ou, pior, pela janela, elas levam mais de uma década para se decompor, e deixam o ambiente sujo e nojento. Leve sua sacola ecológica ao supermercado, pese as frutas sem colocá-las em sacos plásticos, cobre dos locais que você compra o uso de embalagem biodegradável. Quando estiver perto da natureza, encontrar animais, qualquer animal, não apenas um pet fofinho, seja gentil, eles são tão relevantes para a vida planetária quanto eu e você.

Em sua empresa, reveja o uso do papel, da energia, recicle materiais, resíduos, lixo, distribua todo excesso e doe tudo que não for relevante para a comunidade no entorno do seu negócio. Elimine o plástico, apague a luz, use a água da chuva.

O único futuro que pode dar certo é um futuro onde todas as formas de vida sejam respeitadas, integradas e preservadas. Bens de consumo não serão mais a medida de sucesso de um país, nem produtividade. Sustentabilidade sim, e força de trabalho consciente. Em vez de colocar humanos no centro, precisamos colocar a dádiva sagrada da vida sustentável acima de tudo e todos, inclusive acima das metas do seu negócio.

LEIA MAIS COLUNAS DE JAQUELINE WEIGEL

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.