Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

TRIBUNA

Improvável

Embora não seja totalmente descartada pela Prefeitura, a possibilidade de municipalização dos serviços de água e esgoto em Santa Cruz não é tendência. Caso a Corsan não aceite as exigências do Palacinho para fechar o aditivo, o mais provável é que o governo abra mão das contrapartidas financeiras previstas na proposta, estimadas em R$ 10 milhões, e mantenha o contrato com os termos em vigor, adicionando apenas as metas do Marco Legal do Saneamento.

Líquido e certo

Embora tenha participado de evento do PP na semana passada ao lado do pré-candidato a governador da sigla, Luis Carlos Heinze, a prefeita Helena Hermany não cogita outra possibilidade que não apoiar Ana Amélia Lemos em 2022. Alegando ter sido preterida internamente, Ana Amélia pode deixar o ninho progressista em breve e mudar-se para uma legenda com o objetivo de concorrer novamente ao Senado. Ainda que a possibilidade de Helena e seu grupo deixarem o partido seja muito pequena, o alinhamento com Ana Amélia, independentemente do seu destino, é líquido e certo.

Conta comigo

Helena também já se comprometeu com a reeleição do deputado federal Pedro Westphalen (PP), que esteve em Santa Cruz esta semana. Com isso, o PP, apesar de viver um bom momento desde a eleição de 2020, não terá candidato local no ano que vem, uma vez que o apoio à reeleição de Marcus Vinicius Vieira de Almeida para a Assembleia Legislativa também está garantido.

Liberdade

A defesa de Paulo Lersch vai pedir a liberdade condicional do ex-vereador de Santa Cruz. No último dia 11, transitou em julgado uma decisão de junho do Tribunal de Justiça que reduziu a pena de Lersch, referente ao esquema de rachadinha revelado pela Operação Feudalismo, para oito anos, quatro meses e dez dias – o que significa que não há mais possibilidade de recurso. A defesa também espera que, com isso, ele seja autorizado a trabalhar. Desde agosto do ano passado, quando obteve progressão após um ano e dois meses em regime fechado, Lersch encontra-se em prisão domiciliar, com tornozeleira eletrônica.

Vácuo

Embora tenha sido aprovada há três meses pelos vereadores, até agora a Comissão de Ética da Câmara de Santa Cruz não foi constituída. Autor da proposta, Bruno Faller (PDT) afirmou à coluna que já pediu ao presidente Ilário Keller (PP) que coloque o assunto em pauta.

Sangue novo

O PDT de Santa Cruz deu posse à nova executiva no último dia 30. Em um movimento de renovação, a sigla será comandada pelo advogado e professor universitário Wagner Machado, que tem 34 anos e é filiado desde 2013.

Relembrando

Após a aprovação da lei que autoriza mulheres a desembarcarem de ônibus urbanos fora das paradas à noite, a ex-vereadora de Santa Cruz Rejane Henn (PT) publicou um texto em uma rede social no qual lembrou um projeto semelhante de sua autoria que acabou vetado em 2016. E destacou o fato de o veto ter sido acolhido com o voto de minerva da então presidente da Câmara, Solange Finger. “Esta posição foi lamentável, especialmente vinda de uma mulher.”

De regresso

Na reta final do período de licença-maternidade, Bruna Molz (Republicanos) retornará à Câmara de Santa Cruz no próximo dia 29.

LEIA MAIS COLUNAS DE PEDRO GARCIA

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e muito fácil de usar. Se você já tem o aplicativo, basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Se ainda não usa o Telegram, saiba mais sobre o app aqui e veja como baixar.

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.