Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

JUSTIÇA

MPF propõe acordo a moradora de Santa Cruz indiciada por manifestação racista

O Ministério Público Federal confirmou à Gazeta que propôs um acordo de não persecução penal à moradora de Santa Cruz do Sul indiciada por causa de uma manifestação de cunho racista, feita em dezembro de 2019. Na postagem, publicada no Facebook, ela atacou indígenas que pedem ajuda nas ruas do município.

LEIA MAIS: Polícia Federal indicia autora de postagem racista

A internauta disse ter “nojo” dessas pessoas, a quem chamou de “vagabundos” e que “só sabem pedir”. “Se fazem de coitado pedindo moeda pra comprar ‘roupa e alimento’, mas na verdade é pra comprar cerveja, andar de táxi… Tinha que exterminar essa raça!!”, dizia a postagem. Denunciada pelo Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (Compir), ela acabou indiciada pela Polícia Federal. Os detalhes do acordo, que ainda não foi homologado pela Justiça, não foram divulgados.

LEIA MAIS:
MPF pede investigação sobre postagem racista
Postagem racista é alvo de denúncia em Santa Cruz

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.