Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

épico

Paola Severo: “Um Metallica resplandecente”

Foto: Paola Severo

Apresentação da banda levou nada menos do que 40 mil pessoas à Arena do Grêmio

Na última quinta-feira, 5, Porto Alegre respirou metal. Revendo 40 anos de carreira e 30 do lançamento do The Black Album, disco mais celebrado da banda e com o maior número de músicas no setlist, o Metallica se apresentou na Capital levando mais de 40 mil fãs ao delírio. A World-Wired Tour chegou à América Latina com shows em Buenos Aires e Santiago e, após o Rio Grande do Sul, segue em Curitiba, neste sábado, 7; em São Paulo, na próxima terça-feira, 10; e em Belo Horizonte, na quinta-feira, 12.

O show da nova turnê é o terceiro da banda em Porto Alegre, sendo os anteriores os de 1999, no Hipódromo do Cristal, e de 2010, no Parque Condor. Desta vez, a apresentação foi prejudicada (como toda a programação de espetáculos mundiais) por conta da pandemia. A apresentação anunciada em agosto de 2019 para a Arena do Grêmio foi adiada e remarcada várias vezes, além de transferida para outro local, o estacionamento da Fiergs, até chegar ao público com quase três anos de atraso.

LEIA TAMBÉM: Ônibus de dupla sertaneja tomba e seis pessoas morrem

No entanto, a escolha da produtora Live Nation não foi acertada. Além de prejudicar a qualidade do som para o público, já que, sem a acústica do estádio, a música se espalha, o local não é o ideal para a realização de um show dessa magnitude. Quem foi ver o Metallica se decepcionou com longos congestionamentos no entorno do lugar, com mais de três horas de espera na freeway, da Arena do Grêmio até a Fiergs; na saída, a novela se repetiu.

Para grande parte do público do interior, que viaja até a Capital em um dia de semana para conferir a apresentação, é um transtorno sem fim. Por conta da demora, pessoas chegaram a perder o show, e algumas (como foi meu caso) não conseguiram pegar os shows de abertura da banda gaúcha Ego Kill Talent e do tão esperado grupo americano Greta Van Fleet.

LEIA TAMBÉM: Dilsinho e Hugo e Guilherme na Fenachim e outras opções para curtir o fim de semana; confira

Mesmo com os problemas do local, a banda de James Hetfield, Lars Ulrich, Kirk Hammett e Robert Trujillo entrega uma atração grandiosa. Com uma estrutura gigante, que inclui painéis de led e muita pirotecnia, a apresentação, com duas horas de duração, deixa uma impressão duradoura. Quando a música It’s a Long Way to the Top, do AC/DC, começa a tocar, é sinal de que o grupo vem aí. A abertura do show conta com uma cena do clássico faroeste Três Homens em Conflito (1966), de Sérgio Leone, ao som da trilha Ecstasy of Gold, do compositor italiano Ennio Morricone. A partir daí, o Metallica engata uma sequência de sucessos, novos e antigos, para deixar qualquer fã satisfeito.

O momento mais emocionante é, sem dúvida, a execução do hino Nothing Else Matters, acompanhado por um coro de 40 mil vozes. E, após muita música boa, lasers e jatos de fogo, a banda encerra o bis com Enter Sandman e sai sob uma chuva de fogos de artifício. Após, os membros se despedem com mensagens ao público: Kirk promete que não levará 12 anos para que eles retornem, e Trujillo ganha o coração de todos entoando em português “Eu sou brasileiro, com muito orgulho e muito amor”.

LEIA TAMBÉM: Escola de Música da Unisc está com as inscrições abertas

Por fim, um vídeo mostra a montagem da estrutura em Porto Alegre, com imagens da passagem de som, finalizando com o logo do Metallica com as cores da bandeira brasileira. Parece que eles amam tocar aqui, quase tanto quanto amamos assisti-los.

Região registrou o recorde de passageiros em seu Magic Bus

O show do Metallica também foi marcante por ser a maior excursão da história da região. Com 310 pessoas em sete ônibus, o Magic Bus levou para a Capital o maior público, pelo menos até agora. O grupo saiu de Santa Cruz do Sul e fez uma parada em Venâncio Aires antes de chegar a Porto Alegre.

O organizador do serviço de excursões, Rodrigo Kämpf, conta que em dez anos esse foi o maior público que já registrou. “É uma alegria estar participando dessa volta dos grandes shows após dois anos. Tanto o público quanto os próprios músicos demonstram a empolgação com esse momento. E, justamente por isso, essa foi a maior de todas as excursões já organizadas aqui de Santa Cruz para um show. O Magic Bus começou como uma brincadeira quase dez anos atrás e hoje está fazendo história”, declarou.

LEIA TAMBÉM: Turnê nacional de Thiago Porto vira videoclipe

O Magic Bus já tem inscrições abertas para a próxima excursão, para a apresentação da banda Guns N’ Roses, marcada para 26 de setembro, em Porto Alegre. O contato pode ser feito pelo telefone/WhatsApp (51) 99593 8090, ou pelo Instagram @magicbusscs.

De Santa Cruz do Sul, sete ônibus conduziram 310 fãs para o show de quinta-feira

Só sonzeira

Setlist da banda em Porto Alegre:

  • Whiplash
  • Ride the Lightning
  • Harvester of Sorrow
  • Seek & Destroy
  • No Remorse
  • One
  • Sad But True
  • Moth into Flame
  • The Unforgiven
  • For Whom The Bell Tolls
  • Fuel
  • Welcome Home (Sanitarium)
  • Master of Puppets

Bis

  • Blackened
  • Nothing Else Matters
  • Enter Sandman

LEIA MAIS NOTÍCIAS DE CULTURA E LAZER

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e muito fácil de usar. Se você já tem o aplicativo, basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Se ainda não usa o Telegram, saiba mais sobre o app aqui e veja como baixar.

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.