Close sidebar

Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

DIRETO DA REDAÇÃO

Pavimentando o futuro

Esta é uma semana que entra para a história da região central do Rio Grande do Sul, para não dizer que se fixa no imaginário de todos os gaúchos. O motivador é a assinatura, na última terça-feira, do contrato que transfere para a iniciativa privada, para o Grupo Sacyr, sob a denominação Rota de Santa Maria, a RSC-287, no movimento que prevê a duplicação integral dessa importante rodovia, em seu trajeto entre Tabaí e Santa Maria.

Longamente almejada pela comunidade, essa demanda finalmente começa a se concretizar. Se é uma conquista das muitas localidades que se espraiam ao longo dessa via, que se beneficiarão dos efeitos positivos em qualidade de vida, segurança e mobilidade, é, especialmente, uma vitória de Santa Cruz do Sul. Que, não por acaso, foi o palco da assinatura do contrato, por ser também a sede administrativa da empresa que agora será responsável por todas as obras na rodovia.

Em Santa Cruz, poucos temas ou reivindicações estiveram de tal forma em pauta em todos os inventários, num olhar atento para o futuro, do que as melhorias na RSC-287 (das quais a duplicação era um sonho absoluto). E se Santa Cruz se ocupava e preocupava com esse assunto, ele necessariamente ganharia as páginas da Gazeta do Sul. Assim foi. Desde o princípio, o jornal (bem como as demais mídias do grupo) repercutiu e de certo modo inclusive liderou o esforço de argumentação e de convencimento em todas as instâncias.

Ciente de sua relevância nas comunicações e no fomento ao debate, a Gazeta desde o começo salientou os pleitos emitidos por lideranças e autoridades. Mais do que isso: por vezes, assumiu a proeminência, como veículo formador de opinião, congregando ela própria as forças econômicas e políticas de toda a região. O mesmo se verificou em dezenas de projetos e ações, que resultaram em conquistas para Santa Cruz e Vale do Rio Pardo, em todas as áreas, da educação à saúde, do esporte ao lazer, da segurança à infraestrutura e às atividades econômicas e industriais. E a RSC-287 era elemento crucial para o progresso.

Ao lado de entidades e instituições, como a Associação Santa Cruz Novos Rumos, a Associação das Entidades Empresariais (Assemp), a Associação Comercial e Industrial (ACI) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), entre outras, a Gazeta, em ampla mobilização comunitária, liderou campanhas como a Duplica 287. Cuja constância e determinação culminam, agora, nesta conquista coletiva, como detalha reportagem especial assinada pelo jornalista Pedro Garcia na página 4 desta edição.

E a concretização não poderia vir em momento mais simbólico: às vésperas do Dia do Colono e do Motorista. Esses motoristas que, dentro de poucos anos, circularão por uma moderna rodovia duplicada. Estará pavimentado o caminho para ampliar a qualidade de vida e o desenvolvimento em todo o Rio Grande do Sul.

Bom final de semana! Feliz Dia do Colono e do Motorista!

LEIA OUTRAS COLUNAS DE ROMAR BELING

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.