Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Fumicultura

Por dentro da safra: milho seco para a demanda do ano todo

Foto: Giovane Weber

Olá, pessoal! Tudo bem? Nesta semana, em que o frio se manifesta em toda a região, acompanhado de ventos fortes, em nossa propriedade vamos agilizar as tarefas já visando aos preparativos para a nova safra. Na foto acima, meu pai, seu Aloísio, e minha filha, Giovana, estão junto ao secador de grãos, onde secamos o milho colhido em nossas lavouras, e que vai garantir alimento para os animais ao longo do ano, e até a venda de algum excedente. Esse secador, investimento importante na pequena propriedade para assegurar a armazenagem do cereal com qualidade, tem capacidade para 30 sacos. E o milho rendeu bem neste ano. No verão, em janeiro, houve preocupação com a estiagem, mas depois as chuvas vieram bem, e a colheita foi boa.

LEIA TAMBÉM: Por dentro da safra: o que vimos em Santa Catarina e no Paraná

Mudas agora precisam ser bem cuidadas

Se o milho está quase todo colhido, em outra frente estamos acompanhando o desenvolvimento das mudas de tabaco nas bandejas. Com o vento frio e o risco de geada, todo cuidado é pouco. As mudas precisam estar bem protegidas, e por isso é preciso verificar todo dia se o plástico da cobertura está firme e se as borrachas de amarração estão bem fixadas. Caso ficassem a descoberto, com o vento frio, elas ficariam queimadas, o que retardaria muito o desenvolvimento. Na foto abaixo, mostro duas bandejas: a da esquerda na imagem é do semeado primeiro, e está bem desenvolvido; a da direita foi semeada uma semana depois, e ali se pode ver o quanto uma única semana de intervalo dá uma diferença significativa no crescimento das mudas. Esse intervalo foi planejado, justamente para que possamos plantar em duas etapas.

Várias tarefas para a próxima temporada

Em paralelo, estamos fazendo a lenha para a secagem do tabaco da nova temporada. Nesses dias de entressafra, no outono e no inverno, quando as tarefas de lavoura são reduzidas, é importante agilizar as demais etapas, para que tudo esteja organizado na hora de começar o plantio e os cuidados com as plantações. Estamos ainda ajeitando o restante dos camalhões para o plantio do tabaco, etapa que está concluída em cerca de 90% da propriedade. Só falta terminar os camalhões onde o resto do milho ainda não foi colhido. E é sempre bom lembrar também o quanto é importante manter bosque ou mata, ou ainda a proteção de barrancos ou de galpões, para que animais possam ficar protegidos do vento frio.

LEIA TAMBÉM: Por dentro da safra: e vamos para mais uma temporada

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.