Close sidebar

Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

PATRIMÔNIO

Projeto evidencia cultura e história de Sinimbu

Foto: Rafaelly Machado

A Secretaria de Educação, Cultura e Turismo de Sinimbu realiza na segunda-feira, 17, a primeira palestra do projeto Sinimbu Mais História: Resgate Memorial dos Casarões e Templos. A atividade ocorre de forma virtual, às 19 horas, e será transmitida ao vivo pelo Facebook Município de Sinimbu e Sinimbu Mais História.

A iniciativa conta com o financiamento da Secretaria Estadual da Cultura, por intermédio do Pró Cultura RS. O assessor da Secretaria de Educação e idealizador do projeto, Lucas Hinterholz, explica que esse será o primeiro evento online do ciclo de palestras programado no projeto.

“A palestra ‘Patrimônio Histórico como fator indispensável ao desenvolvimento local’ será ministrada pelo presidente da Organização Brasileira das Cidades Patrimônio, Mário Augusto Ribas Nascimento. Ele é especialista no tema e trará todo seu conhecimento aos apoiadores, entusiastas e acreditadores do patrimônio sinimbuense. Convidamos a população local e regional para que prestigie esse evento e acompanhe as demais ações do projeto”, destaca Hinterholz.

LEIA TAMBÉM: Fé e arquitetura: construção da Igreja Nossa Senhora da Glória foi desafiadora

Além do ciclo de palestras, vídeos já foram lançados destacando a história cultural de casarões e templos do município. “Os vídeos são na verdade tour virtual, pois inicialmente estavam previstas visitas guiadas a estes espaços. Porém, em razão da pandemia, foi necessário adaptar o projeto à atual realidade”, afirma Hinterholz. Também já houve a confecção de banners, que estão expostos na entrada da Prefeitura, e folders que contam o objetivo do projeto e possuem dados históricos dos casarões e templos.

Também foi instalada uma placa na Praça do Monumento ao Imigrante para divulgar o projeto.

Captação

O recurso para o projeto foi captado junto ao governo do Estado. “A gestão baseada em captação de recursos fundo a fundo já trouxe ao município aproximadamente R$ 300 mil em quatro anos. São recursos aplicados em projetos culturais, esportivos e de lazer”, explica Hinterholz.

O projeto Sinimbu Mais História: Resgate Memorial dos Casarões e Templosé uma ação de registro e memória das construções de rica arquitetura presentes no território do município e desdobrase em atividades de educação patrimonial, de apropriação cultural, de conscientização e de preservação desses bens.

LEIA TAMBÉM: Pesquisa reconstitui construção de duas referências em Sinimbu

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.