Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Ensino Superior

Segunda etapa de provas do Enem é tranquila em Santa Cruz

Foto: Iuri Fardin

Estudantes tiveram seis horas e 30 minutos para resolver as 90 questões de Ciências Exatas e Ciências da Natureza durante a tarde de domingo, no campus central da Unisc

O segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi realizado sem registro de problemas nesse domingo, 24, em Santa Cruz do Sul. Diferentemente do que ocorreu na semana passada, quando o número de candidatos por sala de aula excedeu o permitido pelos protocolos de segurança e muitas pessoas acabaram impedidas de fazer a prova, dessa vez o planejamento foi executado corretamente e sem transtornos. Todas as avaliações foram aplicadas no campus central da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), entre 13 horas e 18h30.

As provas do segundo dia apresentavam aos candidatos 45 questões de Ciências da Natureza e 45 outras questões de Ciências Exatas, com seis horas e 30 minutos para a conclusão. Participante do Enem pela terceira vez, a estudante Thamira Rocha, de 18 anos, conta que a prova, de modo geral, estava dentro do nível de dificuldade esperado por ela. Apesar disso, teve de se apressar para conseguir responder às questões de matemática. Em relação à organização, diz que tudo transcorreu normalmente, apesar de a sala estar com a lotação um pouco acima do previsto. “Tinha gente nova na minha sala, que não estava na semana passada, mas é melhor assim do que mandar as pessoas embora como foi no primeiro dia”, afirmou.

LEIA MAIS: Polícia Federal arquiva denúncia sobre o Enem em Santa Cruz

Também realizando o Enem pela terceira vez, a estudante Gabrielli Machado, de 19 anos, classificou a prova como fácil. “Eu achei bem tranquila, principalmente em matemática. As questões estavam bem fora do padrão dos outros anos, que eram sempre complicadas. As mais difíceis eram as de química.” A mesma visão é compartilhada por Catharina Vila, de 18 anos. “Eu me preparei bastante, então estava dentro do esperado”, afirmou. Acerca da organização, ambas disseram que não perceberam problemas. “Vi que algumas pessoas foram redirecionadas para uma sala reserva, que não havia no primeiro dia, então não teve nenhum problema grave com a organização”, revela Gabrielli.

Para Catharina e Gabrielli, o nível de dificuldade ficou dentro do que era esperado


LEIA MAIS: Candidatos de Santa Cruz consideraram difícil a prova do Enem

O próximo domingo, 31, será o primeiro dia de aplicação das provas digitais do Enem, para cerca de 100 mil pessoas que se inscreveram nessa modalidade. O objetivo do Ministério da Educação é aumentar gradativamente a quantidade de candidatos que realizam as provas de forma virtual, até que elas substituam totalmente as avaliações impressas em 2026. Somente os estudantes que já concluíram ou estão no último ano do Ensino Médio tiveram acesso ao Enem digital. A reaplicação das provas aos candidatos que tiveram problemas na primeira etapa ocorrerá nos dias 23 e 24 de fevereiro. Os resultados devem ser divulgados em 29 de março.

ABSTENÇÃO RECORDE
O segundo domingo do Enem bateu novo recorde de abstenção – mais de 3 milhões de alunos faltaram às provas, número superior ao registrado na semana passada. Após encontrar escolas e ônibus cheios no primeiro domingo de testes e com medo do avanço da pandemia pelo País, mais estudantes deixaram de fazer o exame, principal porta de entrada para o Ensino Superior no Brasil. Apesar da alta abstenção, o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Alexandre Lopes, disse ontem que a aplicação foi “satisfatória”. “Para 2,4 milhões que fizeram, foi importante a realização do Enem. Tivemos milhões de pessoas interessadas em fazer a prova e, por isso, vão concorrer às vagas do Sisu (Sistema de Seleção Unificado) no primeiro semestre de 2021”, afirmou.

LEIA MAIS: Juíza garante direito de fazer prova a candidatos barrados no Enem

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.