Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

valorização

Sesc apoia mobilização para mudar decisão da OMS que classifica velhice como doença

O Sesc/RS é um dos apoiadores da campanha “Velhice Não É Doença”. A mobilização, liderada por entidades e representantes da sociedade civil, tem como objetivo pressionar a Organização Mundial da Saúde (OMS) para que reveja a decisão de incluir a velhice na 11ª edição da Classificação Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID 11), que entra em vigor no dia 1º de janeiro de 2022.

A classificação vai na contramão de esforços feitos pela própria OMS para a valorização do idoso, já que a organização estabeleceu na resolução de dezembro de 2020 a “Década do Envelhecimento Saudável” (2021-2030), para promover o protagonismo, dinamismo e a importância dos mais velhos mundo afora. Na visão do Sesc/RS, a inclusão da velhice no CID 11 é um retrocesso no combate ao preconceito etário e dificulta a valorização e o protagonismo do idoso. A entidade enxerga o direito de envelhecer de forma saudável e ativa como uma importante conquista social e promove ações contínuas através do programa Maturidade Ativa, para integrar e valorizar as qualidades das pessoas a partir dos 50 anos. 

Todos podem apoiar a campanha assinando uma carta manifesto no endereço http://tinyurl.com/velhicenaoedoenca. Nas redes sociais, o apoio podem ser reforçado com o uso da hashtag #VelhiceNãoÉDoença. Quem tiver mais de 50 anos e se interessar em fazer parte de atividades que promovam o envelhecimento saudável por meio de ações de lazer, educação, cultura, saúde e voluntariado pode entrar em contato com o grupo Maturidade Ativa Sesc na Unidade de Santa Cruz do Sul. Informações também podem ser obtidas no site. 

LEIA TAMBÉM: Integrantes do Reativar e Maturidade Esportiva participam de oficina de equoterapia

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e muito fácil de usar. Se você já tem o aplicativo, basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Se ainda não usa o Telegram, saiba mais sobre o app aqui e veja como baixar.

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.