Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

OBJETIVA MENTE

Simpósios virtuais sobre Covid

Na constante busca de nos mantermos atualizados sobre a Covid, nestes dois últimos sábados foram realizados eventos médicos reunindo ao todo mais de 500 profissionais de todo o Brasil. Uma das grandes facilidades dos ambientes virtuais é a possibilidade de contar com palestrantes e participantes de várias cidades e Estados.

No dia 3 de abril ocorreu o 1º Simpósio Virtual sobre Intervenção Médica Precoce na Covid-19 de Santa Cruz do Sul, organizado pelo grupo de Médicos que apoiam o Tratamento Precoce da Covid em nossa cidade. Esse evento teve a participação de 350 médicos de 12 Estados do Brasil. Tivemos como palestrantes o dr. Jorge Santos, de Cascavel/PR, que falou sobre a implementação de Ambulatório de Acolhimento Precoce em sua cidade, como foi nossa proposta aqui. Após tivemos a fala da dra. Lucy Kerr, de São Paulo/SP, palestrando sobre a profilaxia da população, contactantes e profissionais da saúde e trazendo evidências sobre o uso de medicação, assim como atualização sobre as vantagens desse uso na inflamação pós-Covid. A dra. Carine Petry (minha colega de PUC-RS), que trabalha em Brasília/DF, nos falou sobre o tratamento medicamentoso da fase viral e a dra. Carlliane Pinto Martins, de Belém/PA, palestrou sobre o tratamento ambulatorial da fase inflamatória. Ambas as palestras foram excelentes, trazendo evidências científicas, atualização sobre as novas cepas e como tratar casos mais graves em casa diante da lotação dos hospitais. A dra. Michelle Chechter, de São Paulo, e a dra. Ellen Guimarães, de Goiânia/GO, trouxeram novidades sobre o uso ambulatorial de corticoide, colchicina e anticoagulantes. Para finalizar, a dra. Giovana Haeser apresentou nossa proposta de protocolo de tratamento precoce para nossa cidade. Foi uma atividade memorável que atraiu diversos olhares de médicos brasileiros para Santa Cruz do Sul.

No dia 10 de abril, a Associação Médica de Santa Cruz de Sul realizou o seu 2ª Simpósio Virtual sobre Covid. Nesta edição tivemos a participação do dr. Carlos Eurico Pereira falando sobre vacinas, sendo a mensagem principal que as vacinas trazem mais benefícios do que riscos e a melhor vacina é aquela que está disponível. Na sequência, a dra. Aline Swarowsky abordou assunto que vem gerando problemas na saúde pública há décadas: a obesidade. Sua mensagem principal foi de que obesidade ainda sofre preconceito ao não ser tratada como doença e que obesos podem ser desnutridos, devendo ser considerados, mesmo jovens, como pacientes de risco. O dr. Eduardo Hermes nos trouxe novidades sobre o uso de bloqueadores androgênicos no tratamento da Covid, explicando mecanismos de ação, riscos e benefícios. O uso de anticoagulantes foi tema da palestra do dr. Rui Dorneles, que de forma objetiva e direta, trouxe sua experiência clínica no uso hospitalar dessas medicações. A dra. Fabiana Juruena trouxe seu trabalho com gestantes e Covid, com seus riscos e complicações, bem como a possibilidade de tratamento precoce com segurança. Para finalizar esse produtivo e enriquecedor evento, o dr. William Rutzen abordou as estratégias para melhorar a oxigenação dos pacientes com Covid, buscando aliviar o sofrimento respiratório e aumentar a sobrevida. Feliz da cidade que pode contar com tantos profissionais competentes e atualizados.

Foram duas manhãs de sábado em que tivemos a oportunidade de continuar aprimorando nosso conhecimento. Em maio há previsão de novos eventos, em que espero poder contar com a participação de mais médicos, principalmente os da rede básica. Assim poderemos continuar levando à comunidade o que de melhor temos disponível para tratamento da Covid.

LEIA MAIS COLUNAS DE VINICIUS MOARES

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.