Close sidebar

Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Região

Solenidade marcou abertura da Semana da Pátria 2021 em Sobradinho

Foto: Nathana Redin/Gazeta da Serra

Abertura oficial com acendimento do Fogo Simbólico foi realizada na Praça 7 de Setembro

A solenidade de abertura da Semana da Pátria no município de Sobradinho foi realizada na manhã dessa quarta-feira, 1º de setembro, na Praça 7 de Setembro. Com a presença do prefeito municipal, Armando Mayerhofer, que fez o acendimento do Fogo Simbólico, contou também com a participação da primeira-dama, Vani Mayerhofer, secretários municipais, presidente da Câmara de Vereadores, Valdecir Bilhan, demais autoridades, representantes de entidades, representantes das escolas municipais e estaduais, soberanas, homenageados e servidores municipais.

O ato teve início às 8 horas, com hasteamento das Bandeiras, seguido por pronunciamentos oficiais e bênção do padre Gelso Bernardy e do teólogo Edgar Heise. Homenageada desta edição, a imprensa local apresentou, através dos seus representantes, breves históricos sobre os veículos de comunicação de Sobradinho.

Neste ano, o tema a nível nacional é o “Hino Brasileiro”. O tema estadual, a “Força Expedicionária Brasileira (FEB) e a participação dos gaúchos na Segunda Guerra Mundial”. Já em nível municipal, o tema escolhido é “Profissionais da Saúde/Profissionais da Educação – somos gratos por sua dedicação durante o período de pandemia da Covid-19”. Pelo segundo ano consecutivo, em razão da pandemia, não ocorrerá o tradicional Desfile Cívico de 7 de Setembro.

Durante o seu pronunciamento, o prefeito Mayerhofer lembrou os homenageados e temas e falou sobre a Semana da Pátria deste ano ser um momento de reflexão frente ao contexto vivenciado. “Nós tivemos que nos reinventar a partir da pandemia. Vínhamos em uma vida muito intensa, dentro da normalidade, e com a chegada da pandemia mudou todo nosso estilo de vida, fazendo com que nos privássemos de muitas coisas. Há um ano e meio praticamente estamos passando por esta situação. Mas que bom que aos poucos estamos voltando à normalidade. Claro que tudo muito diferente. Tivemos que nos acostumar com algumas situações que não vivíamos antes, então mudou nossa forma de viver e, por outro lado, acho que a pandemia veio para nos fazer repensar algumas atitudes e ações, de ver a vida um tanto diferente. Passei por um momento complicado durante a pandemia, de ficar dez dias internado na UTI, e a gente não sabe o que é o dia de amanhã. Muitas vezes nos preocupamos de correr, fazer cada vez mais, e se esquece de viver. A pandemia nos fez repensar que a gente precisa ter toda essa preocupação, mas temos que dar importância também para as coisas simples da vida”, destacou o prefeito, salientando que espera, no próximo ano, poder ser retomado o tradicional desfile de 7 de Setembro que reunia um grande público.

Prefeito Armando Mayerhofer | Foto: Victor Paranhos

O secretário da Saúde, Idelfonso Barbosa, destacou a relevância de lembrar dos profissionais das áreas da saúde, educação e imprensa nesta Semana da Pátria. “Quando tivemos opção de trabalhar à distância, quando pouco se conhecia sobre o vírus, no pior da pandemia, estávamos fora de nosso local habitual de trabalho, enquanto que os profissionais da saúde, naquele mesmo tempo, iam em caminho inverso, para o front, e as pessoas pedindo socorro a cada minuto e muita gente sem saber direito o que estava acontecendo. Então muito obrigado à saúde, aos profissionais da educação que também tiveram que se desdobrar em trabalhos muito diferentes do convencional da vida toda e também à imprensa, o papel da informação correta, da imprensa livre para noticiar a verdade”, ressaltou Barbosa.

Secretário municipal da Saúde, Idelfonso Barbosa | Foto: Victor Paranhos

Já a coordenadora das EMEBS, Zaíra Pohlmann Moreira, destacou que o tema e homenageados foram muito bem pensados antes da definição, chegando ao consenso de que todos os profissionais que se envolveram com a pandemia foram importantes. “Cada um fez a sua parte, agiu dentro do que podia agir, teve suas ações visando sempre ao bem comum. Mas estes três profissionais, saúde, educação e a imprensa, foram, sem dúvidas, que tiveram papéis fundamentais porque estavam lidando com vidas, com o psicológico, com o emocional das pessoas. Então, mesmo à distância, sem poder estar presente nas escolas, e os profissionais da imprensa mesmo dentro de suas cabines, puderam de alguma maneira, e fizeram brilhantemente o seu papel, estando sempre presentes na vida das pessoas, mesmo com a distância, através da tecnologia, e os profissionais da saúde tiveram um pouco mais além, porque enfrentaram o vírus, a pandemia, com a sua presença, foram aonde nós não íamos”, destacou.

Até a próxima terça-feira, 7, ocorrerá diariamente a Hora Cívica, com o hasteamento (8 horas) e arriamento (17 horas) das Bandeiras na Praça 7 de Setembro, junto à Prefeitura Municipal. As escolas também realizam a Hora Cívica diariamente e promovem atividades referentes à comemoração dos 199 anos de Independência do Brasil, incluindo trabalhos sobre os temas e homenageados.

Abertura contou com a presença de autoridades, representantes de entidades, representantes de escolas, soberanas, homenageados e servidores municipais

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.