Close sidebar

Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

CULTURA

Três autores de Santa Cruz participam da Antologia Digital da Poesia Gaúcha

Três autores de Santa Cruz do Sul fazem parte da Antologia Digital da Poesia Gaúcha, desenvolvida na Região Metropolitana pelo Espaço Multicultural Livros sobre Trilhos, da Trensurb. Mauro Ulrich, Paola Severo e Romar Rudolfo Beling são alguns dos poetas convidados para participar da iniciativa de divulgação da poesia. O projeto promove desde outubro do ano passado a publicação quinzenal de vídeos de poetas gaúchos declamando seus textos. O material é publicado no site e nas redes sociais da empresa e da biblioteca e pode ser conferido no YouTube, no Instagram e no Facebook @livrosobretrilhos e @trensurb. Também é veiculado nos monitores do Canal Você, presentes em trens e estações.

A antologia tem apoio da Academia Rio-Grandense de Letras (ARL) e do Instituto Estadual do Livro (IEL). De acordo com o coordenador da iniciativa, o poeta Élvio Vargas, ele estava organizando uma série de ações culturais para as bibliotecas, incluindo conversas poéticas com os autores, mas tudo foi paralisado em função da pandemia. “Em um momento posterior, resolvemos produzir lives, e muitas aconteceram, com entrevistados gaúchos e de outros estados.”

LEIA TAMBÉM: Atelophobia: Paola Severo retrata próprias vivências em segundo livro de poesia

Alguns meses depois surgiu a ideia da Antologia Digital da Poesia Gaúcha, com parceria de ARL, IEL e Canal Você. “Decidimos que o melhor formato para ser assistido dentro dos trens e nas plataformas seria com vídeos de poetas, recitando até três poemas, com no máximo dois minutos de duração. Desde então, ela vem sendo desenvolvida, com alternância de protagonistas”, conta. A ideia da curadoria foi reunir tanto a obra de poetas já consagrados e conhecidos do público quanto autores com trajetórias mais recentes, para uma amostragem mais ampla do rico mosaico de linguagem do Rio Grande do Sul.

Conforme Élvio, a iniciativa superou as expectativas pois, além de entreter os usuários viajantes, o projeto ajuda a promover os poetas e seus poemas para um público que ultrapassa 2,2 mil visualizações, em média. Os próximos poetas que terão os vídeos publicados serão Romar Beling, de 15 a 30 de agosto, seguido por José Nedel e Eliane Marques. Para a virada do ano está previsto um livro eletrônico produzido pelo IEL, que irá publicar todos os poetas, seus poemas e biografias. Também está em tratativas um novo projeto, chamado Leituras a Bordo.

LEIA MAIS: Paola Severo lança o livro de poesias Atelophobia

LIVROS SOBRE TRILHOS

Criado e mantido pela Trensurb desde dezembro de 2008, o Espaço Multicultural Livros sobre Trilhos conta com unidades nas estações Mercado e Novo Hamburgo do metrô. Ambas funcionam de segunda a sexta-feira, das 14 às 18 horas, oferecendo serviço gratuito de empréstimo de livros – e seguindo os protocolos de segurança necessários em função da Covid19. Ampliado somente por meio de doações, o acervo conta com 9 mil exemplares (dos quais cerca de 2 mil estão na unidade hamburguense), disponíveis gratuitamente para os mais de 7 mil associados. Para ter acesso a esse catálogo, basta associar-se, indo até uma das unidades e apresentando documento de identidade, CPF e comprovante de endereço.

PARTICIPANTES

Mauro Ulrich
Lilian Rocha
Paola Severo
Juliana Meira
Joaquim Moncks
Ricardo Silvestrin
José Eduardo Degrazia
César Alexandre Pereira
Celso Gutfreind
Romar Rudolfo Beling
Álvaro Santi
Mara Reichert
Maria do Carmo Campos
Marilice Costi
Caio Riter
Armindo Trevisan
Dilan Camargo
Luiz Coronel
Liana Timm
Cristina Macedo
Élvio Vargas

LEIA TAMBÉM: Dica do Romar: Avi Loeb sugere que extraterrestres possam ter chegado

Chance de visibilidade para os autores

O poeta e jornalista Mauro Ulrich conta que ficou muito feliz ao ter seu trabalho literário sendo exposto, e com o retorno positivo. “A ideia de uma antologia digital é sensacional, principalmente por se tratar de poesia, um gênero que alguns, incultos, insistem em classificar de ‘menor’, ‘difícil’ e de pouca difusão. Penso exatamente o contrário, pois que, para mim, a poesia está em tudo, inclusive no ar que eu respiro, basta um mínimo de atenção.”

Mauro, autor de Cellophane flowers e Sleeping bag, conta que a primeira ligação veio do irmão para contar que um dos colegas havia visto seu vídeo no trem, a caminho do trabalho. “Em seguida, outras ligações e mensagens começaram a pipocar no meu celular. Sim, eu estava no Trensurb, em vídeos espalhados pelos vagões e em alguns telões estrategicamente instalados, em algumas estações”, relata. Natural de São Leopoldo, foi inevitável que os amigos, familiares e admiradores do escritor gerassem grande repercussão.

LEIA TAMBÉM: Dica do Romar: Manguel declara o seu amor pelos livros, outra vez

Para a jornalista Paola Severo, da Gazeta do Sul, também poeta, o convite foi uma surpresa. “Tenho uma jornada ainda recente na poesia, com apenas dois livros publicados. Me sinto muito honrada por fazer parte do projeto, aceitei o convite com muita alegria, por estar entre colegas poetas tão talentosos do nosso Estado.” Em poesia, a escritora publicou Melodia perversa e Atelophobia, ambos pela Editora Gazeta. Seus poemas lançados na Antologia Digital intitulam-se “Poeira de Estrelas”, “Agridoce” e ““Autocombustão”.

Já o jornalista Romar Rudolfo Beling, 52 anos, agudense radicado em Santa Cruz, onde é gestor de Conteúdo Multimídia na Gazeta, elogia muito a iniciativa de Élvio Vargas e das entidades envolvidas, por permitir que autores de diferentes gerações, de consagrados a estreantes, possam apresentar seu trabalho autoral para um amplo público, e em um espaço que oferece ampla visibilidade. “É uma ação diferenciada e muito feliz, méritos do Élvio e dos que se engajaram nessa parceria”, comenta. “Esse tipo de iniciativa é fundamental, por aproximar a poesia de pessoas que, talvez, em outra circunstância, não se sentissem estimuladas ou atraídas por essa tão importante forma de arte e de comunicação.” Beling é autor dos livros Noites em chamas e A felicidade de estar vivo, de poesia, e na antologia participou com vídeos em que lê seus poemas “quem trago”, “é tempo de seara” e “ode ao sempre”.

LEIA TAMBÉM: Uma parceria musical que virou história de amor

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.