Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

GAUCHÃO A2

Wiliam Campos: “Hora de erguer a cabeça e mostrar a força do grupo”

Foto: Vinícius Molz Schubert/FC Santa Cruz

O técnico do Futebol Clube Santa Cruz, Wiliam Campos, lamentou a primeira derrota de sua equipe na Divisão de Acesso do Gauchão, por 4 a 1, contra o Lajeadense, na Arena Alviazul, em Lajeado, na noite deste sábado, 28.

O Galo perdeu a sua primeira partida após ficar nove jogos sem conhecer a derrota no Gauchão A2. Até aqui, em dez jogos, o time de Wiliam Campos soma cinco vitórias, quatro empates e uma derrota. A defesa sofreu nove gols, enquanto o ataque marcou 15 vezes no campeonato.

Após perder a invencibilidade, o treinador alvinegro assumiu a responsabilidade pelo revés, uma goleada que deve acender o sinal de alerta nos Plátanos, pois na próxima rodada a equipe recebe o Pelotas em Santa Cruz do Sul, em outra pedreira da Divisão de Acesso. Caso perca o jogo contra o Lobão, o Galo pode ter a liderança do Grupo B à perigo, pois com a vitória sobre o líder, o Lajeadense está a apenas dois pontos do Santa Cruz no topo da tabela.

Em entrevista à Rádio Gazeta ainda no estádio após a partida, Wiliam ressaltou que a derrota deve servir de aprendizado, e que a intenção será buscar a recuperação já no próximo jogo, diante de seu torcedor.

É uma derrota que dói, a primeira na competição, e da forma que foi. O primeiro tempo foi muito abaixo da nossa equipe, todos estiveram abaixo. Tentamos organizar a parte tática, no segundo tempo voltamos melhor, era normal que o Lajeadense baixasse as linhas. Fizemos um gol que nos deu vida na partida, tivemos chances com o Felipe e com o Diego de cabeça, conseguimos criar mais no segundo tempo. Fiz algumas trocas com a intenção de botar o time mais pra frente, e acabamos sofrendo o gol numa desatenção nossa“.

O treinador do Galo esclareceu que um possível resultado negativo era esperado na competição. Os jogadores realizaram uma reunião ainda dentro de campo, em Lajeado ao final da partida, para mostrar poder de reação após a goleada que marcou a primeira derrota no Gauchão A2, que derrubou o último invicto da competição.

São coisas que acontecem. Agora é hora de erguer a cabeça e mostrar a força do nosso grupo, que é muito forte. Não é uma derrota que vai mudar tudo, como nas vitórias não achamos que está tudo certo. Vocês sabem a dificuldade que é, estamos fazendo uma grande campanha e na segunda-feira a gente retoma para fazer um grande trabalho na quarta“, frisou o comandante alvinegro, já destacando o confronto contra o Pelotas, nos Plátanos, que acontece pela 11ª rodada no dia 1º de junho, às 20 horas.


LEIA MAIS: Galo perde a invencibilidade, mas segue líder do Grupo B
MAIS NOTÍCIAS DE ESPORTE

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e fácil de usar. Basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Ainda não é assinante Gazeta? Clique aqui e faça sua assinatura!

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.