Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Turismo rural

Caminhada na Natureza vira exemplo no Estado

Ela iniciou com uma proposta de fomentar o turismo rural, que ainda é pouco explorado e valorizado na região Centro Serra. Foi tomando forma e ganhando novos participantes a cada edição. E passou a servir de exemplo em todo o Estado, sendo copiada por outros municípios. O reconhecimento definitivo da Caminhada na Natureza, iniciativa da Emater/RS-Ascar e Grupo Caminhos do Campo, veio com um convite especial.

O projeto, que teve início no final de 2017, em Sobradinho, será levado para a 19ª Expoagro Afubra, que acontecerá de 26 a 28 de março, em Rincão del Rey, interior de Rio Pardo. De acordo com o chefe do escritório da Emater de Sobradinho, Adriano Dreher, a Caminhada na Natureza estará no espaço destinado ao turismo rural, que há anos integra a programação do evento. “Nós vamos apresentar para o público qual a intenção da caminhada, o que ela pretende”, salientou o extensionista rural.

A importância da caminhada também será abordada de diferentes formas, como por exemplo o fortalecimento da agricultura familiar. Dreher lembra que, nas atividades, é servido um café colonial aos participantes, que fica a cargo de agroindústrias ou de produtores rurais. “O público urbano muitas vezes não conhece as belezas do interior e nem o que é feito aqui. Por isso, é importante valorizar este trabalho”, ressalta.

O convite partiu da própria organização da Expoagro Afubra. Além de Dreher, o gerente adjunto da regional da Emater de Soledade, Carlos Corrêa da Rosa, e o médico veterinário Luciano Turcato – um dos idealizadores da atividade – devem representar o projeto no evento em Rio Pardo. “Estaremos com um banner e também vamos mostrar um vídeo das edições da caminhada”, explicou o chefe da Emater local.

Extensão rural
A Caminhada na Natureza, conforme Carlos Corrêa da Rosa, também é uma forma de reforçar a importância da extensão rural, que é o principal trabalho desempenhado pela Emater junto às comunidades do interior. Ainda, incentiva a população a sair da rotina com uma atividade revigorante durante uma tarde ou noite. Ele, inclusive, apresentou o projeto ao Governo do Estado, apresentando dados das edições e também apontando os pontos positivos da caminhada.

Quinta edição teve a subida do morro

Realizada na tarde do último sábado, integrando a programação da 23ª Feira do Livro de Sobradinho e 12ª Ferarte, a Caminhada na Natureza contou com um trajeto com nível de dificuldade de médio a alto. O grupo, composto por mais de 20 participantes, saiu da Praça 3 de Dezembro por volta das 14 horas, em direção ao morro das antenas, na localidade de Linha Tupi.

Foto: DivulgaçãoTrajeto da quinta edição da caminhada foi considerado um dos mais difíceis
Trajeto da quinta edição da caminhada foi considerado um dos mais difíceis

 

O sol forte e o calorão (acima de 32 graus) foram um desafio a mais que os participantes tiveram que superar, além de longas subidas em mata fechada. Após a descida do morro, foi servido um delicioso café colonial na sede campestre da Associação dos Professores Municipais, fornecido pela Agroindústria Pavanatto.

Esta foi a quinta edição da Caminhada da Natureza, sendo a primeira desde o mês de maio. A próxima e última atividade de 2018 já tem data agendada: será no dia 1º de dezembro, com um trajeto especial que ainda está sendo elaborado pelos organizadores.

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.